F3 Sulamericana: Velocidade de Tarumã é o desafio dos pilotos

Clemente Júnior chega ao Rio Grande do Sul liderando a tabela e estréia novo patrocinador.

A pista de Tarumã, na cidade de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, é famosa por ser considerada a mais veloz do país. O circuito será palco da segunda rodada dupla do Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3, que será disputada no próximo final de semana (28 e 29 de abril), o que levará ao circuito gaúcho os carros de competição mais rápidos do continente. “É o casamento perfeito: um circuito com curvas de alta e um carro muito bom em pressão aerodinâmica que permite carregar bastante velocidade de curva”, atesta o piloto mineiro Clemente Júnior (Banco Rural/Barbosa Mello/Oi/Vrum), atual líder da tabela de pontuação, com 20 pontos. O piloto de 19 anos de idade lembra, porém, que a pista gaúcha tem os seus segredos. “Exatamente por causa das curvas de alta fica difícil de ultrapassar, porque você acaba perdendo pressão aerodinâmica quando está atrás de outro carro”, revela. “A melhor coisa aqui é largar na frente, sem dúvida. Para isso é preciso conseguir um excelente acerto do carro e caprichar muito na volta lançada da tomada de tempos”, receita o vencedor da rodada dupla da abertura da temporada, disputada em Interlagos (SP), no mês de março.

Clemente, que compete pela equipe Cesário Fórmula, sabe que terá que ficar alerta durante o final de semana. “Muitos pilotos fizeram sua corrida de estréia em Interlagos. Agora, sem esse peso e com alguma experiência, a tendência é de um equilíbrio cada vez maior nas corridas”, prevê o mineiro. “Quero fazer um bom trabalho em Tarumã, junto com a minha equipe, que está trabalhando duro para me dar um carro que seja rápido, mas também resistente”, acrescenta o piloto, lembrando da importância de se manter na zona de pontuação no Rio Grande do Sul. “Com esse sistema de pontuação igual à Fórmula 1, vence o campeonato quem cometer menos erros. Cada pontinho vale muito”, analisa. A exemplo da categoria máxima do automobilismo mundial, o vencedor de uma prova na Fórmula 3 Sul-Americana leva para casa 10 pontos, enquanto o segundo ganha 8, o terceiro 6, o quarto 5 e assim por diante, até o oitavo colocado, que marca um ponto.

Mais apoio
Além de animado com a liderança da tabela, Clemente Júnior chega para esta segunda rodada do Campeonato motivado pela chegada de um novo patrocinador. A partir da etapa de Tarumã, o portal de internet Vrum – referência de conteúdo no segmento automobilístico – vai aliar seu nome ao talento e à competitividade do piloto de Minas Gerais. “É uma honra muito grande receber o apoio de uma empresa que é um ícone no segmento onde atua. Isso também reforça a nova fase da categoria, que já começa a atrair novas companhias para patrocinarem os pilotos e as equipes”, conclui Clemente Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *