F3 Sulamericana: Amir Nasr acumula 51 vitórias, 38 poles e 41 melhores voltas

A conquista deste domingo realizada pelo brasiliense Felipe Guimarães (WebMotors) marcou também a primeira vitória da equipe brasiliense Amir Nasr Racing na Fórmula 3 desde 2005, quanto o time baseado na Capita Federal conquistou o primeiro lugar com o argentino Pablo Perez.

Depois daquela temporada, a organização comandada pelo ex-piloto Amir Nasr retirou-se da categoria para concentrar-se em sua campanha na Stock Car. O retorno à F-3 aconteceu com a Nasr tendo em seus dois Dallara/Ford-Berta o novato Guimarães e o também estreante e jovem Rodolpho Santos (Neo Química/Palu Suisse/Wurth) – Felipe conta 16 anos e Rodolpho, 18. Rodolpho Santos terminou em terceiro na prova deste domingo em Curitiba.

“Este foi um resultado espetacular para o nosso time, pois além de estarmos regressando à categoria ainda temos dois pilotos bastante jovens em nossos carros. Depois desse resultado, só posso ficar ansioso pela próxima rodada dupla, daqui duas semanas, em Brasília, onde realizamos nossos testes particulares. Acho que seremos novamente muito competitivos lá. Nossos dois pilotos estão bastante afiados naquele traçado e posso garantir que sabem o que fazer para andar forte em Brasília”, comentou Amir Nasr.

A Amir Nars Racing conta com um currículo invejável na F-3. O time brasiliense acumula nada menos que 51 vitórias, 38 pole positions e 41 melhores voltas. Em 2000, sob o comando do ex-piloto Amir Nasr a equipe conquistou o título de pilotos, façanha que repetiu no ano seguinte vencendo 10 das 12 corridas disputadas. O time soma ainda cinco títulos de campeão e quatro vice-campeonatos por equipes, além de quatro vice-campeonatos de pilotos. Localizada dentro do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, a sede da Nasr não deve nada às similares européias ­– e disputa o posto de organização de automobilismo mais sofisticada do Brasil.

“Vencer na Fórmula 3 sempre é especial”, define Amir Nasr. “Esta é uma categoria muito veloz que utiliza carros dotados de tecnologia superior à utilizada na Fórmula 1 de algumas décadas atrás. Além disso, é dela que saem os pilotos que representarão o Brasil no automobilismo internacional nos próximos anos. Então, resumindo, é uma categoria fantástica para quem curte corridas de automóvel. E eu sou apaixonado por elas”, continua Nasr, que também vem realizando uma campanha bem-sucedida na Stock Car, onde a equipe Red Bull/Nasr Racing ocupa a vice-liderança com o paulista Daniel Serra – filho do ex-piloto de Fórmula 1 Chico Serra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *