F3 Sulamericana: Corrida espetacular dá a Cerutti seu primeiro ponto

Castilho Motorsport estréia pontuando com piloto mais jovem da categoria.

A segunda etapa do XXI Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3 foi marcada pelo domínio absoluto do mineiro Clemente Faria que já havia vencido a etapa de abertura no sábado. O mineiro venceu de ponta a ponta, mas o grande nome da prova foi sem dúvidas o jovem Geovane Cerutti, da escuderia paranaense Castilho Motorsport, que somou seu primeiro ponto na categoria Continental.

“Estou muito contente em ter conseguido meu primeiro ponto”, declarou. “Não fosse meu erro, poderia ter conquistado um quinto lugar. De qualquer modo a equipe está de parabéns, e mostrou o porquê de 6 títulos do Alex”, completou.

Cerutti, de 16 anos, largou da 11ª posição e superou três concorrentes na largada. Na freada do Esse do Senna, no entanto, acabou sendo espremido por um adversário, e para evitar o choque acabou indo para parte suja do traçado. O brasiliense entrou na reta principal em último, mas já disposto a se recuperar e ainda nesta volta superou Vinicius Quadros.

Com poucas voltas o atual campeão Brasileiro de Kart (Graduado B) já ocupava o sétimo lugar, tendo deixado para trás dez concorrentes. A luta era empolgante e no miolo do circuito, uma troca de marcha errada o fez perder duas posições. O piloto não desanimou,  voltou a atacar Felipe Ferreira, e ganhou novamente a posição.

Na bandeirada somente 1s5 lhe separava do sétimo lugar. Com o resultado Cerutti conquistou seu primeiro ponto na categoria Continental.

“O Geovane sequer conhecia o traçado e mostrou uma grande maturidade, primeiro preservando o equipamento para chegar ao final na primeira prova, e hoje demonstrando grande arrojo”, falou Alex Castilho, dono da equipe que leva seu nome. “Ele ainda é muito novo, e até a metade da temporada certamente estará brigando com o pelotão da frente”, disse o engenheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *