F3 Sulamericana: Galera suporta pressão e vence a 1ª em Santa Cruz do Sul

Piloto da PropCar largou em terceiro, superou os líderes do campeonato, administrou o ímpeto de Felipe Guimarães e subiu pela primeira vez no degrau mais alto do pódio na categoria.

 


A chuva, que era prevista para cair neste sábado, não veio, e Fernando Galera conquistou sua primeira vitória na Fórmula 3 Sul-Americana na tarde deste sábado no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS). O piloto da PropCar completou as 25 voltas da 13a etapa em 31min02s838, com média de 170,546km/h. A vitória, no entanto, não veio com facilidade: a vantagem para Felipe Guimarães, segundo colocado, ao cruzar a linha de chegada, foi de apenas 0s628.


 


Largando em terceiro, Galera prometia uma corrida agressiva. “Consegui superar o Clemente (Faria Junior) na largada e na segunda volta passei o (Mario) Romancini. Como acertamos o carro para que ele fosse rápido na primeira parte da corrida, conseguimos abrir uma vantagem confortável graças também às brigas por posição dos pilotos que vinham atrás”, afirmou o piloto de São Caetano do Sul, que mantém a terceira colocação no campeonato, agora com 51 pontos.


 


Felipe Guimarães, após intensa briga por posição com Fábio Beretta – que acabou abandonando -, começou a tirar a desvantagem que chegou a ser de sete segundos para Fernando Galera. “O carro estava bom na primeira parte da corrida, como havíamos acertado, mas depois o (Felipe) Guimarães começou a se aproximar. Ele pilotou muito bem, estava rápido e chegou bem perto para a briga. Aí no final comecei a acelerar um pouco mais, mesmo com o desgaste do carro, e graças a Deus conseguimos essa vitória fantástica”, contou.


 


Vitória muito comemorada pela PropCar, chefiada por Dárcio dos Santos. “A equipe passou por muitos problemas nesta temporada, mas vínhamos reagindo, conseguindo melhorar o carro a cada corrida. O resultado de todo trabalho foi recompensado hoje com a vitória do Galera, que pilotou com muita inteligência e sem cometer nenhum erro”, elogiou Dárcio. Seu piloto retribuiu: “O troféu vai para eles, que trabalharam muito bem. Somos uma equipe muito unida”. Galera fez questão de levar ao pódio o preparador de motores da equipe, o português radicado no Brasil Antonio Ferreirinha, um dos mais experientes do automobilismo brasileiro. “Ele não só mexe nos motores. Ele conversa com os pilotos, é um mentor e é o cara que, com a sobriedade que tem, mantém a equipe unida em todos os momentos”, elogiou.


 


Amanhã às 11 horas acontece a largada para a 14a etapa. Fernando Galera larga da oitava posição. “Vamos largar um pouco atrás, mas a vitória de hoje deu muito gás para a equipe. Certamente vamos lutar para chegar na frente mais uma vez. Motivação é o que não falta”, promete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *