F3 Sulamericana: Henrique Lambert encara maior desafio da carreira no Uruguai

Piloto carioca compete pela primeira vez num circuito de rua na pista de Piriápolis, que retorna à categoria após oito anos.

Alguns gostam, outros nem tanto, mas todos consideram um desafio. Pilotar num circuito de rua não é fácil e o carioca Henrique Lambert (Titans Group/Oi FM) terá esse gostinho pela primeira vez neste fim de semana (02 a 04/10), durante a sexta rodada dupla da Fórmula 3 Sul-americana, no Balneário de Piriápolis, no Uruguai. “Acredito que eu estou bem preparado para essa corrida, que com certeza será o maior desafio que já tive na carreira. Tenho confiança em conseguir um novo bom resultado como em Santa Cruz do Sul e na Argentina”, afirma o piloto, que conseguiu três pódios nas últimas quatro etapas disputadas.

A corrida no Uruguai retorna à categoria após oito anos ausente do calendário. Sem conhecer o travado traçado de 2.600 metros e estreando em pistas urbanas, Henrique Lambert procurou encontrar o máximo de informações possível para não ser pego de surpresa. “Desde a última prova procurei me informar muito a respeito de circuitos de rua, conversei com pilotos que já andaram em Piriápolis e assisti vídeos com câmeras onboard mostrando o traçado. Também passei horas no simulador para ficar o mais preparado possível”, afirma o titular da Razia Sports.

Uma das novidades de Lambert para estas duas corridas é o motor novo de 265 hp que ele vai utilizar na segunda rodada dupla seguida no exterior. As 9ª e 10ª etapas aconteceram em Buenos Aires, na Argentina, quando o carioca conseguiu dois segundos lugares. “O carro está revisado, com motor novo e um pré-acerto de chão que eu acho que funcionará muito bem. Acredito que encontraremos bastante ondulações e curvas de baixa por aqui”, explica o piloto do Titans Group/Oi FM, que foi para o Uruguai no começo da semana.

Agora, Lambert quer entrar na pista e, assim como os demais competidores, acelerar forte nas ruas de Piriápolis. “No primeiro treino pretendo ficar o máximo de tempo possível na pista para assimilar o traçado e ver como será o comportamento do carro”, finaliza o carioca, que quer voltar para o Brasil entre os seis primeiros no certame continental.

Esta é a programação do fim de semana em Piriápolis:

Sexta-feira, 02/10
11h30 – 12h00: Treino livre
14h45 – 15h15: Treino livre
17h15 – 17h45: Treino classificatório para a 11ª etapa

Sábado, 03/10
10h00 – 10h30: Treino classificatório para a 12ª etapa
16h00: Largada para a 11ª etapa

Domingo, 04/10
13h30: Largada para a 12ª etapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *