F3 Sulamericana: Londrina volta ao calendário após quatro temporadas

Circuito norte-paranaense não recebia a categoria desde 2003. Longa ausência motivou organização a programar treinos extras nesta quinta-feira.

O Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), volta a receber a Fórmula 3 Sul-Americana neste fim de semana após um intervalo de quatro temporadas. A categoria mais veloz do continente não se apresentava ao público norte-paranaense desde o dia 21 de setembro de 2003, e retorna ao circuito a partir desta quinta-feira (2) para a 11ª e 12ª etapas do campeonato.

A longa ausência do Autódromo de Londrina do calendário da Fórmula 3 motivou a organização a programar para esta quinta um dia de treinos extras no circuito, já que a programação oficial – que prevê atividades em pista somente a partir de sexta-feira – reserva aos pilotos apenas duas sessões livres de 30 minutos. A mudança agradou aos competidores, em especial àqueles que não conhecem os segredos do traçado paranaense, tido como um dos mais técnicos do país.

“Para mim será ótimo poder treinar um pouco mais, especialmente porque esta é uma pista que exige certa experiência do piloto”, ressaltou o paulista Mario Romancini, vice-líder do campeonato com 50 pontos e vencedor da nona corrida do ano, realizada em Cordoba, na Argentina. “Fiz minha estréia no automobilismo no ano passado pela Fórmula Renault, mas a categoria não esteve por aqui. Por isso, o pouco que sei sobre a pista de Londrina aprendi com os engenheiros do meu time, que me passaram algumas informações”, acrescentou o paulista.

Romancini chega à Londrina confiante na conquista de um bom resultado, especialmente pela boa fase que atravessa sua equipe, a Cesário Fórmula. Coincidentemente, o time comandado pelo ex-piloto Augusto Cesário foi o vencedor das duas últimas provas realizadas em Londrina em 2003, com Danilo Dirani, mas o atual bom momento vivido pelo time é o que mais motiva Romancini para a 11ª e 12ª etapas da Fórmula 3 Sul-Americana.

“Minha equipe tem um bom retrospecto neste circuito, mas nunca é demais lembrar que a categoria mudou muito desde 2003. Os pneus são outros, o motor também ficou mais potente, e todos os times evoluíram muito desde então. Por essa razão, os bons resultados conquistados há quatro anos pela Cesário devem refletir pouco no nosso desempenho neste fim de semana. Estamos confiantes em virtude das quatro últimas provas do calendário, quando fomos muito bem”, acrescentou o paulista.

A Fórmula 3 Sul-Americana inicia a reta final da temporada de 2007 em Londrina, já que, após as etapas deste fim de semana, restarão apenas quatro corridas para o encerramento da competição – duas delas serão realizadas em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, e outras duas, em São Paulo.

A liderança na tabela é do mineiro Clemente faria Jr., que tem 74 pontos ganhos. Romancini, com 50, assumiu o segundo posto na rodada dupla da Argentina e, além de ser o melhor estreante do ano, ocupa posição privilegiada na tabela mesmo sem ter disputado as duas primeiras corridas da temporada por falta de patrocínio.

Foto: Luca Bassani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *