F3 Sulamericana: O paulista Felipe Ferreira sofre com problema de embreagem e termina em sexto

Os pilotos novatos continuam pondo as manguinhas de fora no Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3. Geovani Cerutti (Castilho Motorsport) venceu novamente de ponta a ponta no Autódromo Internacional de Tarumã, desta vez a quarta etapa do certame disputada na manhã deste domingo, completando as 28 voltas no circuito mais rápido do Brasil em 29min25s062.

Segundo colocado, o mineiro Clemente Faria Júnior (Cesário Fórmula) manteve a liderança do campeonato com 28 pontos, sete de vantagem sobre o brasiliense que venceu as duas corridas do final de semana e assumiu a vice-liderança na tabela de pontuação ao lado do experiente paulista Fernando Galera (Prop Car).

Completando os oito primeiros que pontuam, receberam a bandeirada de chegada Fábio Beretta (Bassani Racing), em terceiro, seguido de Mário Romancini (Cesário Fórmula), Douglas Soares (Prop Car), Felipe Ferreira (Bassan Motorsport), Ernesto Otero (Razia Sports) e Fernando Galera (Prop Car).

O paulista Felipe Ferreira (Webmotors/CVC/Center Cargo/Hip Telecom/Puma), que no sábado havia terminado em segundo, enfrentou problema com a embreagem logo na largada e perdeu rendimento durante a corrida, recebendo a bandeirada na sexta posição. “A embreagem ficou patinando o tempo todo e ai o motor só gritava e não andava. De estabilidade, o carro estava campeão, então, procurei fazer uma prova sem erros, para não perder muitas posições. Se fosse em outra pista, eu não terminaria entre os dez primeiros”, contou o piloto da Bassan Motorport, que ocupava a sexta posição no campeonato.

Na largada Clemente Faria Jr. não aproveitou bem a sua pole position e caiu para terceiro. Melhor para Geovani Cerutti, que assumiu a liderança, seguido de Douglas Soares que pulou de quarto para segundo. Fábio Beretta veio em quarto, com Felipe Ferreira e Mário Romancini logo atrás. Com Soares fechando a porta para Faria Jr., Cerutti chegou a abrir sete segundo na frente. Depois da metade da competição, quando conseguiu a ultrapassagem sobre Douglas, Clemente estabeleceu a volta mais rápida (58s228) e foi diminuindo a diferença para a ponta, até ficar a um segundo faltando cinco voltas para o encerramento. Sorte do vencedor, já que uma forte batida do paulista Douglas Hiar (Comtec Motorsport) na curva do Laço, obrigou o diretor da prova a encerrar a corrida com apenas 28 das 31 voltas programadas. “O carro do Hiar ficou no meio da pista e a situação era muito perigosa. Como o Clemente, eu também fui prejudicado, pois estava tentando passar o Douglas Soares e poderia terminar em quinto. De qualquer maneira, foi uma decisão acertada a interrupção da corrida”, opinou o representante da Webmotors/CVC/Center Cargo/Hip Telecom/Puma.

A terceira rodada do campeonato continental será nos dias 26 e 27 de maio, em Curitiba (PR).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *