F3 Sulamericana: Razia baixa tempo da pole position também em Brasília

Piloto baiano radicado no Distrito Federal já havia melhorado a marca do ano passado no Autódromo de Curitiba, e segue como grande destaque da pré-temporada.



As fortes chuvas que caíram no Distrito Federal na semana passada não impediram o piloto baiano radicado em Brasília, Luiz Razia, de dar seqüência ao programa de treinos de pré-temporada da Dragão Motorsport para o Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3. Ele passou o sábado e o domingo testando novos conjuntos de suspensão para seu Dallara-Berta no Autódromo Nelson Piquet e, mesmo com a pista em condições ruins por causa da chuva dos dias anteriores, quebrou extra-oficialmente o recorde da pole position do ano passado, que era dele próprio com o tempo de 1min45s86.


 


De acordo com os dados recolhidos pela Dragão Motorsport, Razia completou sua melhor volta em 1min45s82 com o último dos quatro jogos de pneus novos a que teve direito nos treinos do fim de semana. “Ficamos muito satisfeitos com esse tempo porque a pista não estava em boas condições, o que nos faz acreditar que o Razia possa baixar a marca da pole do ano passado em cerca de 0s8”, disse Luiz Trinci, o Dragão, chefe da equipe. “Choveu muito durante a semana em Brasília e no sábado voltou a cair um pouco de água. Como havia poucos carros treinando, a pista não ficou completamente limpa, mas independente disso o resultado foi positivo”, completou. Há cerca de quinze dias, quando deu início à pré-temporada, Razia havia baixado o tempo da pole position de 2005 no circuito de Curitiba em cerca de 0s7.


 


O treino do último fim de semana teve, para Razia, um objetivo bastante definido: ele testou os conjuntos de suspensão e os motores que serão usados em seu carro ao longo do ano. “Testamos o segundo motor e ele ficou a apenas dois décimos de segundo do tempo do primeiro. A equipe acredita que, quando ele estiver igualmente amaciado, possa ter um desempenho idêntico ao do primeiro, o que nos deixa com um equipamento reserva em ótimo estado para a temporada. Isso é muito bom porque representa uma alternativa competitiva em caso de quebra do motor principal”, analisou Razia, que completou cerca de 160 voltas pelos 5.475 metros do circuito brasiliense.


 


Os quase 900 km percorridos nos últimos dois dias mostraram que o piloto radicado em Brasília não perdeu a mão do circuito em que mais testou no ano passado. Há quatro meses Luiz Razia não treinava no Distrito Federal, e nesta temporada, para facilitar a logística da equipe, fará a maior parte de seus testes particulares em São Paulo. “No domingo tivemos a última chance para treinar em qualquer pista do calendário. A partir de agora teremos que usar apenas a pista sede da Dragão Motorsport, que neste ano será a de Interlagos, por causa da proximidade da equipe, explicou Razia.


 


A temporada de 2006 da Fórmula 3 Sul-Americana começa no dia 26 de março, em Curitiba.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *