F3 Sulamericana: Razia conquista o título com vitória

O encerramento do XX Campeonato Sul-Americano de Formula 3 corou da melhor maneira possível para o piloto bahiano Luiz Razia Filho (Dragão Motorsport). Após ter passado grande parte da prova na segunda colocação, atrás de Clemente Faria (Cesário Fórmula), que mais uma vez havia largado de forma magistral, a vitória literalmente lhe caiu no colo, devido a um problema elétrico no carro do mineiro.


Clemente partiu como um raio ao se apagarem as luzes e chegou à frente no Esse do Senna, com Razia em segundo. Bia, que havia partido da pole, fechou a primeira volta na terceira colocação, seguida por Diego Nunes e Fernando Galera.  Fabio Beretta não chegou a completar uma volta, devido a um toque ainda na largada com Mario Moraes, que o espremeu contra o muro.


Pedro Nunes (Razia Sports) partindo do box, vinha na última posição. Antes de abrir a segunda volta Fernando Galera deixava a disputa, com problemas no seu carro. Na quarta volta, Allan Hellmeister com problemas no acelerador, deixava a briga, sendo superado por Lú Boesel e abandonando em seguida.


William Starostki dava então partida a uma belíssima apresentação, quase superando de uma só vez Nelson Merlo, Diego Nunes e Mario Moraes, no Esse do Senna. Na sexta volta os seis primeiros eram: Clemente Faria, Luiz Razia, Bia Figueiredo, Mario Moraes, Diego Nunes e William Starostki. A batalha entre Starostki e Merlo passou a animar a prova, quando os pilotos começaram a se distanciar.


Restando seis voltas para o final Clemente Faria começou a ter problemas elétricos, com seu carro apagando seguidamente. Na passagem seguinte Razia já liderava e Bia se aproximava de Clemente Faria, que era obrigado a seguidos trancos para seu carro voltar a funcionar.  Na última volta Clemente acabou perdendo também a terceira posição, e um lugar no pódio.


Razia cruzou a linha de chegada com 8s590 de vantagem sobre Bia Figueiredo e Mario Moraes, que acabou sendo o vice-campeão em terceiro. Razia comemorou efusivamente a vitória e o título com seguidos zerinhos na área de escape do Esse do Senna.



Após a prova, os três primeiros colocados deram as seguintes declarações:


Luiz Razia: “Agradeço à Deus a equipe Dragão , minha família, aos torcedores, patrocinadores, ganhei por sorte. Usando um termo à la Razia PQP (termo de baixo calão), foi do c… (novo palavrão), nas últimas voltas os músculos estavam parando. Quando o Marinho venceu três em seguida, cheguei a pensar que não ia dar, mas no final conseguimos lutar ponto a ponto. Segunda-feira pego um avião e vou treinar primeiro na World Series e depois na GP2, e ai decidir o que farei ano que vem”.

Bia Figueiredo: “Conseguir a pole foi super legal. O carro estava bom para corrida, mas o Razia e o Clemente largaram melhor, e tentei acompalhá-los, mas como meu carro estava escapando de traseira preferi tirar o pé, quase rodei duas vezes na pista. Depois vi o Clemente lento e acabou assim. Para o ano que vem tem mais, vamos ainda decidir o que fazer”.


Mario Moraes: “Não foi um bom fim de semana para mim. Ontem tive problemas de transmissão, e felizmente a corrida passou para hoje. Ainda não defini o que farei ano que vem”.


Confira o resultado final da prova:


1º) Luiz Razia (Bra), 20 voltas em 30:52.563 (média de 167.46 km/h)
2º) Bia Figueiredo (Bra), a 8.590
3º) Mario Moraes (Bra), a 14.861
4º) Clemente Faria Jr (Bra), a 17.106
5º) Diego Nunes (Bra), a 25.228
6º) Willian Starostik (Bra), a 28.992
7º) Lú Boesel (Bra), a 48.639
8º) Nelson Merlo (Bra), a 4 voltas
9º) PJ (Bra), a 9 voltas
10º) Allan Helmeister (Bra), a 17 voltas
11º) Pedro Ferreira (Bra), a 17 voltas
12º) Fernando Galera (Bra), a 19 voltas
13º) Fabio Beretta (Bra), a 19 voltas

Melhor Volta: Clemente Faria Jr, 1:31.871

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *