F3 Sulamericana: Rodolpho Santos termina no pódio em Brasília

Piloto goiano foi o terceiro colocado e briga por outra boa posição amanhã.

O piloto goiano Rodolpho Santos (Massageol/Neo Química/Wurth/Palu Suisse/Vepel) terminou em terceiro a quinta etapa do Campeonato Sul-Americano de Fórmula 3, disputada neste sábado (14) no Autódromo Internacional de Brasília. Santos, que largou em quarto, enfrentou problemas na largada, caiu para quinto mas ao longo da prova soube aproveitar as oportunidades para atingir seu objetivo na corrida. “Minha meta era o pódio mesmo”, disse ele. “Na largada, perdi um pouco de tração e fui ultrapassado pelo carro do Leonardo Cordeiro. E ainda na reta antes da primeira curva nós começamos a brigar pela posição, abrindo uma oportunidade para o Fernando Galera nos passar. Felizmente, mantive a calma e consegui recuperar”.

Rodolpho acha que poderia ter brigado pela ponta na prova. “Eu perdi muito tempo recuperando as posições”, conta o piloto da Massageol/Neo Química/Wurth/Palu Suisse/Vepel. “Quando me livrei dos dois carros com os quais me engalfinhei na largada, os dois ponteiros já estavam muito distantes. Consegui recuperar um bom terreno, mas não havia tempo para encostar neles”.

O piloto goiano espera que este seja apenas o primeiro pódio de seu fim de semana. “Na corrida deste domingo, vou largar em quinto, então será novamente difícil encostar nos líderes”, diz ele. “Mas sei que tenho um bom carro e vou forçar ao máximo para obter outro pódio aqui em Brasília”.

A largada da sexta etapa da F-3 acontece neste domingo, às 9h30.

O resultado da quinta etapa, neste sábado, foi este:
1º) Pedro Nunes (Bra), 17 voltas em 31:17.747 (média de 178.44 km/h)
2º) Denis Navarro (Bra), a 2.218
3º) Rodolpho Santos (Bra), a 3.907
4º) Fernando Galera (Bra), a 10.777
5º) Leonardo Cordeiro (Bra), a 23.466
6º) Leonardo Otero (Bra), a 27.717
7º) Werner Neugebauer (Bra), a 28.318
8º) Lú Boesel (Bra), a 42.833
9º) Yann Cunha (Bra), a 1:16.170
10º) Nilton Molina (Bra), a 1 volta
11º) Nelson Merlo (Bra), a 11 voltas
12º) Renan Bussiere (Bra), a 16 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *