F4 Sudam: Francisco Cammarota domina e ganha as duas corridas da sexta etapa

Uruguaio não dá chances aos adversários e conquista suas primeiras vitórias na categoria

Assim como fez Bruno Baptista nas duas primeiras corridas de sábado, o uruguaio Francisco Cammarota dominou e venceu neste domingo as terceira e quarta corridas da F4 Sul-americana (Sudam) do fim de semana, válidas pela sexta etapa da temporada e realizadas no Complexo Poliesportivo Cidade de Mercedes, no Uruguai. Além de conquistar suas primeiras vitórias na categoria, Cammarota subiu bastante na tabela de pontuação e foi ao terceiro posto, com 109 pontos. Baptista, vencedor das duas corridas da quinta etapa, segue como líder do campeonato, com 221 pontos.

“Estou muito feliz. Não ganhava uma corrida desde 2011 e estou muito satisfeito com meu desempenho hoje. A primeira corrida foi definida na segunda volta. Vi que tinha alguma vantagem sobre Baptista nas freadas e coloquei por dentro para ganhar a posição. Depois, continuei com um ritmo forte até abrir uma vantagem confortável. Aí foi só administrar e me preocupei em poupar o carro para a corrida seguinte”, disse o uruguaio. “Na segunda prova, larguei mal, mas consegui aproveitar os erros de meus adversários e logo fiquei atrás do Ortiz. Fiquei sabendo que ele seria punido e não me preocupei, porque sabia que era o líder. Aí foi só manter a vantagem para o Bruno para vencer de novo. É um dia especial para mim”, afirmou Cammarota.

Com dois segundos lugares, Baptista aprovou seus resultados, tendo em vista que cumpriu seu objetivo de ampliar a liderança no campeonato. “Isso é o mais importante. Claro que queria vencer, tinha carro para isso, mas o Cammarota também estava muito veloz e os dois segundos lugares, além das vitórias de ontem, trouxeram mais pontos para o campeonato. Saio feliz e vamos para a próxima etapa, que deve ser na Argentina”, disse Baptista, que abriu 54 pontos para o vice-líder. “Foi péssimo para mim, errei e queimei a largada e fui desclassificado. O Bruno abriu bastante e agora ficou mais difícil. Paciência, vamos para a próxima”, afirmou Ortiz.

A corrida marcou também a estreia do uruguaio Adrian Chiribao no pódio da F4 Sudam. “Fiquei surpreso com o resultado, já que o Ortiz estava na frente e foi punido. Estou muito contente, este pódio traz mais motivação para seguir adiante. Estou mais adaptado ao carro e encerramos o fim de semana da melhor maneira”, explicou o piloto.

Corrida 3

Baptista largou da pole, mas perdeu a ponta ainda no começo da prova para Cammarota. Ortiz e Capitao também se deram bem e avançaram na prova, em terceiro e quarto. Rapidamente, o uruguaio, com um carro muito bem acertado, começou a ampliar sua vantagem e se manteve firme na ponta até a bandeirada, conquistando sua primeira vitória na categoria. Baptista, vencedor das duas primeiras corridas do fim de semana, terminou em segundo, seguido de perto pelo compatriota e rival na disputa pelo título, Felipe Ortiz.

Resultado da corrida 3:
1) Francisco Cammarota (URU) – 12 voltas – 16min24s899
2) Bruno Baptista (BRA) – a 9s281
3) Felipe Ortiz (BRA) – 10s607
4) Diego Muraglia (URU) – a 14s969
5) Agustín Capitao (ARG) – a 15s550
6) Nicolas Muraglia (URU) – a 29s047
7) Adrian Chiribao (URU) – a 44s766

Corrida 4

Na largada, Nicolas Muraglia tentou manter a ponta, mas Ortiz, que largou em quarto do grid, queimou a largada e foi para a liderança da corrida. Cammarota e Baptista tiveram um bom início e ambos já ocupavam o segundo e o terceiro posto. Como Ortiz permaneceu na pista, a direção de prova deu bandeira preta para o piloto, que foi desclassificado da corrida. Assim, Cammarota teve caminho livre para conquistar mais uma vitória, trazendo Baptista junto na segunda posição. Chiribao completou o pódio.

Resultado da corrida 4:
1) Francisco Cammarota (URU) – 15 voltas – 20min42s919
2) Bruno Baptista (BRA) – a 4s531
3) Adrian Chiribao (URU) – a 32s120
4) Nicolas Muraglia (URU) – a 1min06s510
Abandonaram
Agustín Capitao (ARG) – a 15 voltas
Diego Muraglia (URU) – a 15 voltas
Excluído
Felipe Ortiz (BRA)

Classificação do campeonato após seis etapas:
1) Bruno Baptista (BRA) – 221 pontos
2) Felipe Ortiz (BRA) – 167 pontos
3) Francisco Cammarota (URU) – 109 pontos
4) Nicolas Muraglia (URU) – 87 pontos
5) Juan Manuel Casella (URU) – 83 pontos
6) Diego Muraglia (URU) – 65 pontos
7) Martín Ponte (ARG) – 51 pontos
8) Adrian Chiribao (URU) -51 pontos
9) Federico Ensslin (URU) – 46 pontos
10) Frederick Balbi (URU) – 45 pontos
11) Agustín Capitao (ARG) – 43 pontos
12) Enzo Bortoleto (BRA) – 41 pontos
13) Miguel Wholer (URU) – 28 pontos
14) Mauro Marino (ARG) – 18 pontos
15) Alessandro Salerno (ARG) – 14 pontos
16) Maximiliano González (URU) – 14 pontos
17) Salvador de Alba (MEX) – 12 pontos
18) Junior Calamari (ARG) – 10 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *