F4 Sul-americana: Federico Iribarne conquista vitória na segunda prova em Mercedes

Argentino de 17 anos suporta pressão do líder do campeonato, Pedro Cardoso, e vence pela primeira vez na categoria

Em prova decidida nos momentos finais, Federico Iribarne venceu neste domingo a segunda corrida da terceira etapa da F4 Sul-americana, realizada no autódromo de Mercedes, no Uruguai. Foi a primeira vitória do argentino logo em seu fim de semana de estreia na categoria, depois de uma disputa intensa com o líder do campeonato, o brasileiro Pedro Cardoso, que terminou na segunda colocação. Outro postulante ao título, o uruguaio Juan Manuel Casella, recebeu a bandeirada em terceiro lugar.

Iribarne demonstrou bastante maturidade desde o início da corrida. Largou bem e sustentou a ponta, seguido por Pflucker e Cardoso, que também fez uma largada muito boa. Não demorou muito para o brasiliense ganhar a posição do peruano Pflucker e começar a pressionar o líder. Porém, o argentino se defendeu bem e não deu chances para o rival. Em quarto, Casella se aproximou do pelotão da frente e também passou a brigar pela vitória.

Nos momentos finais da prova, buscando a terceira vitória consecutiva, Cardoso mudou seu traçado diversas vezes na tentativa de ultrapassar o líder e Pflucker aproveitou para ganhar a posição. Porém, logo em seguida, o peruano cometeu um erro e perdeu os postos para Cardoso e Casella. Firme na ponta, Iribarne conseguiu abrir uma pequena vantagem e manteve a concentração para vencer a prova. A próxima rodada dupla do campeonato está prevista para acontecer nos dias 15 e 16 de agosto, em Alta Gracia, na Argentina.

Federico Iribarne: “Foi uma vitória muito difícil, já que a corrida foi muito competitiva até a última volta. Estou muito feliz por vencer logo no fim de semana de minha estreia na F4 Sul-americana. Foi também minha primeira vitória internacional, um feito importante. Tive um pequeno problema com a caixa de câmbio, que num determinado momento travou na segunda marcha, mas não foi nada de mais grave e pude terminar a corrida. Quero agradecer a todos que me apoiaram nesta etapa da categoria”.

Pedro Cardoso: “A prova foi muito competitiva, apertada e o segundo lugar foi bom para o campeonato. Tinha condições de vencer, ataquei o líder o tempo todo, mas ao mesmo tempo me preocupei em não ser ultrapassado porque os outros pilotos estavam chegando. Ficou difícil ganhar, o Iribarne fez uma grande prova, guiou de maneira limpa. Foi um bom resultado”.

Juan Manuel Casella: “Foi uma corrida excelente. Estava em quarto e tive como objetivo o tempo todo buscar o Pedro, que está na ponta do campeonato. Mas os carros estão muito equilibrados e não pude alcançá-lo. Até tive a oportunidade de ultrapassá-lo no final da corrida, mas era muito arriscado e permaneci na posição, pensando na classificação. O campeonato está apenas no começo e certamente será decidido nas últimas corridas”. 

Resultado da segunda corrida:

1) Federico Iribarne (ARG) – 15 voltas em 20min41s955 

2) Pedro Cardoso (BRA) – a 0s979

3) Juan Manuel Casella (URU) – a 1s347

4) Rodrigo Pflucker (PER) – a 2s651

5) Pedro Caland (BRA) – a 15s585

6) Diego Muraglia (URU) – a 15s989

7) Nicolás Muraglia (URU) – a 30s421

8) Leandro Guedes (BRA) – a 31s014

9) Lorenzo Mauriziano (CHI) – a 43s512

10) Daniel Duarte (BRA) – a 53s554

Classificação do campeonato:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 106 pontos

2) Juan Manuel Casella (URU) – 92 pontos

3) Leandro Guedes (BRA) – 63 pontos

4) Diego Muraglia (URU) – 55 pontos

5) Pedro Caland (BRA) – 54 pontos

6) Rodrigo Pflucker (PER) – 54 pontos

7) Francisco Cammarota (URU) – 45 pontos

8) Agustín Lima Capitao (ARG) – 42 pontos

9) Federico Iribarne (ARG) – 33 pontos

10) Nicolás Muraglia (URU) – 30 pontos

11) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 24 pontos

12) Jorge Matos (EQU) – 6 pontos

13) Daniel Duarte (BRA) – 2 pontos 

Calendário 2015:

1ª etapa – 24 de maio – El Pinar (Uruguai)

2ª etapa – 7 de junho – Santa Cruz do Sul (Brasil)

3ª etapa – 19 de julho – Mercedes (Uruguai)

4ª etapa – 16 de agosto – Alta Gracia (Argentina)

5ª etapa – 13 de setembro – Termas de Río Hondo (Argentina)

6ª etapa – 4 de outubro – Junín (Argentina)

7ª etapa – 8 de novembro – El Pinar (Uruguai)

8ª etapa – 6 de dezembro – A confirmar (Brasil/Uruguai)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *