F4 Sul-americana: Pedro Caland vence e Pflucker conquista título da Copa Argentina

Brasiliense fatura segunda vitória no fim de semana em prova que define minitorneio em favor do peruano; Pedro Cardoso abandona disputa, mas mantém liderança da temporada 2015

Repetindo o feito da primeira corrida de sábado, o brasiliense Pedro Caland venceu neste domingo a terceira prova da sexta etapa da temporada 2015 e da terceira e última rodada da Copa Argentina da F4 Sul-americana, realizada no Autódromo Internacional Termas de Río Hondo, na Argentina. O piloto completou as 12 voltas da corrida em 22min32s927 e conquistou seu segundo triunfo no ano. Quem também comemorou bastante foi o peruano Rodrigo Pflucker, que faturou o título do minitorneio e levou para casa um prêmio de 50 mil pesos argentinos (cerca de cinco mil dólares). Os argentinos Baltazar Leguizamón e Juan Cruz Acosta terminaram em segundo e terceiro, respectivamente. O líder da temporada, o brasiliense Pedro Cardoso, não completou a prova. 

Com apenas cinco pontos de diferença entre Pflucker e Cardoso, a corrida prometia ser de fortes emoções. Largando da pole, Caland partiu bem e manteve a ponta. A briga no início da prova se intensificou entre Federico Iribarne, Juan Manuel Casella, Pflucker e Cardoso, que travaram boas disputas na tentativa de caçar o líder. Os dois postulantes ao título tinham uma preocupação a mais: vencer o campeonato. Assim, Pflucker e Cardoso tinham certeza de que não poderiam perder posições. Porém, na terceira volta, o peruano perdeu rendimento e caiu para o último lugar, deixando aberto o caminho para Cardoso conquistar o título. Só que o brasiliense não sabia o que estava por vir.

Na oitava volta, Cardoso também perdeu rendimento e abandonou a disputa, diferentemente de Pflucker, que conseguiu concluir a corrida na décima posição. Desta forma, o título ficou nas mãos do peruano, que comemorou muito a conquista. Lá na frente, a briga pela ponta continuou acirrada e Caland acelerou bastante, abriu vantagem suficiente sobre Leguizamón e não foi mais ameaçado até a bandeirada, faturando sua segunda vitória no fim de semana e no ano. O surpreendente Acosta, em sua estreia na F4 Sul-americana, conquistou o último degrau do pódio. Vice-líder do campeonato, Casella finalizou a prova em quarto e descontou a diferença para o líder Cardoso, que manteve os 207 pontos contra 175 do uruguaio. Leandro Guedes, Bruna Tomaselli, Lorenzo Mauriziano, Daniel Duarte, Federico Iribarne e Rodrigo Pflucker completaram os dez primeiros. 

Rodrigo Pflucker: “Não posso descrever a felicidade desse momento. Não foi um fim de semana dos melhores, mas a sorte e os resultados estiveram ao meu lado. Fui premiado pelo que fizemos nas outras etapas e também neste fim de semana. Quando fui para a última posição, pensei no pior, mas conseguimos vencer a Copa Argentina. Dedico essa conquista ao Peru e à minha família, que sempre me apoiou”. 

Resultado da terceira corrida:

1) Pedro Caland (BRA) – 12 voltas em 22min32s927

2) Baltazar Leguizamón (ARG) – a 3s062 

3) Juan Cruz Acosta (ARG) – a 4s065

4) Juan Manuel Casella (URU) – a 4s226

5) Leandro Guedes (BRA) – a 6s956

6) Bruna Tomaselli (BRA) – a 17s494

7) Lorenzo Mauriziano (CHI) – a 28s221

8) Daniel Duarte (BRA) – a 34s645

9) Federico Iribarne (ARG) – a 51s864

10) Rodrigo Pflucker (PER) – a 1min02s637

NÃO COMPLETOU

Pedro Cardoso (BRA) – 8 voltas

Classificação do campeonato:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 207 pontos

2) Juan Manuel Casella (URU) – 175 pontos

3) Rodrigo Pflucker (PER) – 162 pontos

4) Pedro Caland (BRA) – 157 pontos

5) Leandro Guedes (BRA) – 106 pontos

6) Federico Iribarne (ARG) – 91 pontos

7) Baltazar Leguizamón (ARG) – 59 pontos

8) Diego Muraglia (URU) – 55 pontos

9) Bruna Tomaselli (BRA) – 50 pontos

10) Francisco Cammarota (URU) – 45 pontos

11) Agustín Lima Capitao (ARG) – 42 pontos

12) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 39 pontos

13) Juan Cruz Acosta (ARG) – 33 pontos 

14) Nicolás Muraglia (URU) – 30 pontos

15) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 27 pontos

16) Daniel Duarte (BRA) – 18 pontos

17) Jorge Matos (EQU) – 6 pontos

Classificação da Copa Argentina:

1) Rodrigo Pflucker (PER) – 108 pontos

2) Pedro Caland (BRA) – 103 pontos

3) Pedro Cardoso (BRA) – 102 pontos

4) Juan Manuel Casella (URU) – 84 pontos

5) Baltazar Leguizamón (ARG) – 59 pontos

6) Federico Iribarne (ARG) – 58 pontos

7) Bruna Tomaselli (BRA) – 50 pontos

8) Leandro Guedes (BRA) – 43 pontos

9) Juan Cruz Acosta (ARG) – 33 pontos

10) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 27 pontos

11) Daniel Duarte (BRA) – 16 pontos

12) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 15 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *