F4 Sul-americana: Pedro Cardoso ganha primeira corrida em Córdoba

Piloto amplia vantagem na liderança do campeonato para 24 pontos; Maximiliano Soto Zurita e Juan Manuel Casella completam o pódio na Argentina

Pedro Cardoso não deu chances aos adversários e venceu neste sábado a primeira corrida da quarta etapa da temporada 2015 da F4 Sul-americana, realizada no autódromo Oscar Cabalén, em Córdoba, na Argentina. O brasiliense ganhou pela terceira vez no ano e aumentou sua vantagem na ponta da tabela para 131 pontos. De quebra, assumiu também a liderança da Copa Argentina com 25 pontos, minitorneio com três corridas que dará um prêmio de 50 mil pesos argentinos (cerca de cinco mil dólares) ao vencedor. O chileno Maximiliano Soto Zurita e o uruguaio Juan Manuel Casella completaram o pódio. A segunda prova do fim de semana tem largada prevista para domingo, às 11h35 (horário de Brasília).

Cardoso já havia vencido em Santa Cruz do Sul, no Brasil, e na cidade de Mercedes, no Uruguai. Com um bom retrospecto nas duas últimas etapas e com os melhores tempos nos dois treinos livres do fim de semana, o brasiliense sabia que tinha condições de brigar pela vitória. Largou bem, ultrapassou Casella e foi em busca do pole Zurita. O piloto ganhou a posição e começou a abrir na ponta. Enquanto isso, a briga pela segunda posição ficou entre o chileno e o uruguaio, que travaram um bom duelo ao longo da prova.

Casella ganhou a posição de Zurita e passou a perseguir o líder Cardoso. Mais atrás, a disputa entre Pflucker e Caland também chamou a atenção dos presentes. Quando tudo parecia estar resolvido, o chileno Zurita, numa bela manobra, ultrapassou o rival uruguaio na última volta e ficou com o segundo degrau do pódio. Vice-líder da temporada, Casella teve que se contentar com a terceira posição e viu seu principal rival na briga pelo título abrir bastante na ponta do campeonato. O peruano Rodrigo Pflucker foi o quarto e o argentino Federico Iribarne completou os cinco primeiros.

Pedro Cardoso: “Não tive uma boa classificação, mas na verdade foi por um erro meu. O carro sempre esteve bom e me concentrei bastante para a corrida. Na largada, vi que o Casella e o Zurita largaram mal e aproveitei para ganhar as posições. Depois, me preocupei em manter uma vantagem para conquistar a vitória. Vamos comemorar”. 

Maximiliano Zurita: “Tive uma corrida um pouco difícil no começo, mas depois foi muito boa. Não larguei bem e os dois pilotos que estavam logo atrás me ultrapassaram. Tentei recuperar e a ultrapassagem sobre Casella no fim foi muito interessante. Amanhã largo do quinto posto e acho que temos carro para tentar a vitória”.

Juan Manuel Casella: “Foi uma corrida muito boa e bastante difícil. Foi uma pena ter perdido a segunda posição para Zurita no fim, mas faz parte das corridas. O importante é que demonstramos que temos potencial para vencer. Espero que isso aconteça amanhã. Vamos com tudo em busca do primeiro lugar “.

Treino livre e classificação:

No segundo treino livre, realizado nesta manhã, Pedro Cardoso continuou com o domínio imposto no primeiro dia de atividades, quando liderou a primeira sessão com 0s410 de vantagem para o peruano Rodrigo Pflucker. Desta vez, o brasiliense cravou 1min35s719 e superou o piloto da casa, Federico Iribarne, que marcou o segundo tempo, em 0s490. Casella terminou em terceiro, à frente de Surita, Pflucker, Tomaselli, Guedes, Caland e Duarte.

Na classificação, no entanto, quem brilhou foi o chileno Maximiliano Surita, que quebrou a hegemonia do brasileiro e marcou a pole com o tempo de 1min34s965, 0s130 à frente de Casella. Cardoso registrou o terceiro tempo e ficou à frente de Iribarne, o quarto. Pflucker, Caland, Tomaselli, Guedes e Duarte completaram a classificação.

Resultado da primeira corrida:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 13 voltas em 22min06s981

2) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – a 2s777

3) Juan Manuel Casella (URU) – a 3s113

4) Rodrigo Pflucker (PER) – a 4s266

5) Federico Iribarne (ARG) – a 4s822

6) Pedro Caland (BRA) – a 7s385

7) Leandro Guedes (BRA) – a 9s783

8) Bruna Tomaselli (BRA) – a 10s296

9) Daniel Duarte (BRA) – não completou

Classificação do campeonato:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 131 pontos

2) Juan Manuel Casella (URU) – 107 pontos

3) Leandro Guedes (BRA) – 69 pontos

4) Rodrigo Pflucker (PER) – 66 pontos

5) Pedro Caland (BRA) – 62 pontos

6) Diego Muraglia (URU) – 55 pontos

7) Francisco Cammarota (URU) – 45 pontos

8) Federico Iribarne (ARG) – 44 pontos

9) Agustín Lima Capitao (ARG) – 42 pontos

10) Nicolás Muraglia (URU) – 30 pontos

11) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 24 pontos

12) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 19 pontos

13) Jorge Matos (EQU) – 6 pontos

14) Bruna Tomaselli (BRA) – 4 pontos 

15) Daniel Duarte (BRA) – 2 pontos

Classificação da Copa Argentina:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 25 pontos

2) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 19 pontos

3) Juan Manuel Casella (URU) – 15 pontos

4) Rodrigo Pflucker (PER) – 12 pontos

5) Federico Iribarne (ARG) – 11 pontos

6) Pedro Caland (BRA) – 8 pontos

7) Leandro Guedes (BRA) – 6 pontos

8) Bruna Tomaselli (BRA) – 4 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *