F4 Sul-americana: Pedro Cardoso vence pela quarta vez na temporada

Em Chaco, na Argentina, brasiliense faz prova tranquila e abre vantagem sobre uruguaio Juan Manuel Casella, quarto na corrida, na classificação do campeonato; Federico Iribarne e Rodrigo Pflucker completam o pódio

Após sofrer com problemas mecânicos na última prova da F4 Sul-americana, em Córdoba, o brasiliense Pedro Cardoso deu a volta por cima e venceu a primeira corrida da quinta etapa do campeonato e da segunda etapa da Copa Argentina, realizada neste sábado no Autódromo Santiago “Yaco” Guarnieri, em Chaco, na Argentina. O resultado ampliou a vantagem do piloto na tabela de classificação para 26 pontos, já que chegou nos 164 pontos contra 138 de seu rival, o uruguaio Juan Manuel Casella, que terminou na quarta posição. O argentino Federico Iribarne e o peruano Rodrigo Pflucker completaram o pódio.

Largando da segunda posição, Cardoso não teve muito trabalho para assumir a liderança ainda no começo da prova. Partiu bem, mas Iribarne largou melhor e assumiu a dianteira. O brasileiro não desanimou, conseguiu a manobra que lhe deu a liderança ainda na primeira parte da corrida e começou a abrir. No entanto, uma rodada de Lorenzo Mauriziano provocou a entrada do Safety Car, que eliminou sua vantagem. Na relargada, Cardoso manteve a posição, abriu novamente para não se preocupar com os adversários e recebeu a bandeirada pela quarta vez na primeira posição. O brasileiro é o único piloto a vencer mais de uma vez no ano.

Mais rápido nos dois primeiros treinos livres do fim de semana, Iribarne teve uma boa disputa com Rodrigo Pflucker. Os dois brigaram pela segunda posição o tempo todo. Na última volta, o peruano conseguiu fazer a ultrapassagem, mas logo em seguida foi superado novamente pelo argentino, que ficou com o segundo degrau do pódio. Pflucker foi terceiro e Casella concluiu a corrida na quarta posição. Os brasileiros Pedro Caland, Leandro Guedes e Bruna Tomaselli vieram na sequência, seguidos pelo estreante Baltazar Leguizamón e Daniel Duarte. A segunda corrida do fim de semana tem largada prevista para as 11h35 (horário de Brasília) deste domingo.

Pedro Cardoso: “Larguei bem, mas o o Iribarne me passou na largada e o Casella perdeu posições. Mantive o posto e fiquei bem atrás dele. Ainda no início, assumi a ponta e estava muito rápido, mas a entrada do Safety Car juntou todo mundo de novo. Depois, consegui abrir um pouco e foi só manter a concentração para vencer. Amanhã largo da sexta posição e espero fazer outra prova competitiva”.

Federico Iribarne: “Foi uma boa corrida, principalmente nos momentos finais na disputa com Pflcuker. Ele viu espaço e fez uma grande ultrapassagem, mas não perdi tempo e dei o troco na sequência. Na Argentina, vemos muito esse tipo de manobra e sempre observei para aproveitar no momento certo”.

Treino livre e classificação:

No segundo treino livre, realizado nesta manhã, o melhor tempo ficou novamente com Iribarne, que tomou a primeira posição de Pedro Cardoso nos instantes finais da sessão. Pflucker terminou em terceiro, seguido por Guedes, Casella, Caland, Leguizamón, Tomaselli, Duarte e Mauriziano. Já na classificação, quem levou a melhor foi o uruguaio Casella, que conquistou sua segunda pole no ano, superando Cardoso, Iribarne, Pflucker, Guedes, Tomaselli, Leguizamón, Caland, Mauriziano e Duarte. 

Resultado da primeira corrida:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 21min45s331

2) Federico Iribarne (ARG) – a 5s557

3) Rodrigo Pflucker (PER) – a 5s612

4) Juan Manuel Casella (URU) – a 8s993

5) Pedro Caland (BRA) – a 10s794

6) Leandro Guedes (BRA) – a 11s412

7) Bruna Tomaselli (BRA) – a 11s865

8) Baltazar Leguizamón (ARG) – a 19s138

9) Daniel Duarte (BRA) – a 48s023

10) Lorenzo Mauriziano – a 10 voltas

Classificação do campeonato:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 164 pontos

2) Juan Manuel Casella (URU) – 138 pontos

3) Rodrigo Pflucker (PER) – 106 pontos

4) Leandro Guedes (BRA) – 92 pontos

5) Pedro Caland (BRA) – 82 pontos

6) Federico Iribarne (ARG) – 62 pontos

7) Diego Muraglia (URU) – 55 pontos

8) Francisco Cammarota (URU) – 45 pontos

9) Agustín Lima Capitao (ARG) – 42 pontos

10) Nicolás Muraglia (URU) – 30 pontos

11) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 27 pontos

12) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 24 pontos

13) Bruna Tomaselli (BRA) – 24 pontos

14) Daniel Duarte (BRA) – 8 pontos

15) Jorge Matos (EQU) – 6 pontos

Classificação da Copa Argentina:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 58 pontos

2) Rodrigo Pflucker (PER) – 52 pontos

3) Juan Manuel Casella (URU) – 46 pontos

4) Federico Iribarne (ARG) – 29 pontos

5) Leandro Guedes (BRA) – 29 pontos

6) Pedro Caland (BRA) – 28 pontos

7) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 27 pontos

8) Bruna Tomaselli (BRA) – 24 pontos

9) Daniel Duarte (BRA) – 6 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *