FE: altitude do México é variável desconhecida, diz Senna

Carros elétricos devem ter perda de pressão aerodinâmica e refrigeração neste fim de semana

A Fórmula E conhecerá um ambiente inteiramente novo neste fim de semana durante a realização da quinta etapa da temporada 2015/2016. Além de estrear um circuito permanente, o e-Prix da Cidade do México levará os carros elétricos pela primeira vez a uma altitude desconhecida, já que a capital do país está localizada a pouco mais de dois mil metros acima do nível do mar. “Ainda não sabemos exatamente quais serão os efeitos do ar mais rarefeito. Nossa estimativa inicial é de uma perda de 20% em pressão aerodinâmica e 15% na refrigeração”, disse Bruno Senna no trajeto até o Autódromo Hermanos Rodríguez, que receberia hoje o shakedown dos 18 carros.

Bruno está na capital mexicana desde a quarta-feira, mas só hoje tomaria contato com a pista. Na verdade, trata-se de um traçado com pouco maias de 2 km de comprimento, distinto do utilizado pela Fórmula 1 e que recorre a uma variante majoritariamente oval, com algumas chicanes apertadas e curvas de baixa velocidade. “Nem é tão diferente dos circuitos urbanos onde corremos até agora, porque os muros continuarão próximos. Áreas de escape também são poucas aqui”, comparou.

Os trabalhos de hoje deveriam começar a dar uma ideia das possibilidades de acerto. “Em tese, vamos poder correr com a altura mais baixa, mas também precisamos ver como o carro se comporta sobre as zebras”, disse o brasileiro da Mahindra Racing. Com máximas bem amenas, por volta dos 20 graus, a maior preocupação das equipes e pilotos deverá ser em relação ao consumo de energia. “A temperatura das baterias não deverá ser uma questão importante desta vez.”

Com 11 pontos e ocupando a 11ª colocação na classificação geral, Bruno espera superar a decepção da prova mais recente em Buenos Aires. Na capital argentina, os carros da Mahindra nem de longe apresentaram o rendimento esperado. Bruno fechou a zona de pontos na 10ª colocação e seu companheiro, o alemão Nick Heidfeld, terminou em 7º. A liderança do campeonato é do suíço Sébastien Buemi, que soma 80 pontos e leva quatro de vantagem sobre o mais direto perseguidor, o paulista Lucas di Grassi.

A corrida – 43 voltas – deste sábado começa às 19 horas de Brasília, com transmissão ao vivo pelo Fox Sports 2 a partir das 18h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *