FIA GT: Melo é segundo em Dubai e oficializa título mundial

Em atuação marcada pela cautela, piloto brasileiro encerra sua participação na temporada com sétimo pódio em dez corridas.

Jaime Melo Júnior encerrou no pódio de Dubai, neste sábado (18), sua participação na temporada 2006 do Campeonato Mundial FIA Gran Turismo. O piloto brasileiro levou a Ferrari da AF Corse ao segundo lugar da classe GT2 na décima e última etapa, disputada no circuito montado em pleno deserto da capital dos Emirados Árabes Unidos, onde a vitória foi de Chris Niarchos de Tim Mullen, da Scuderia Ecosse, também com uma Ferrari 430 Maranello.


Quinto no grid entre os pilotos de sua classe, Melo Júnior, que teve como parceiro o finlandês Toni Vilander, adotou a cautela como principal estratégia nas três horas da corrida em Dubai. “Nós tínhamos que fazer uma prova conservadora no início, para evitar confusão”, comentou. A estratégia revelou-se eficiente diante da acirrada disputa entre os pilotos da classe GT1, que comandavam o pelotão. “Foi uma briga muito forte, que poderia nos complicar”, lembrou.


Melo caiu para sexto no início da corrida. Quando passou o comando do carro para Vilander, após uma hora de corrida, já figurava em terceiro. Uma hora depois, reassumiu o cockpit da Ferrari 430 Maranello em segundo lugar e manteve a posição até a bandeirada final. “Foi uma corrida planejada”, definiu o piloto, que participou na noite árabe da cerimônia de premiação aos campeões de todas as categorias que compuseram o Mundial FIA GT em 2006.


O pódio em Dubai foi o sétimo de Melo Júnior nas 10 provas do Mundial. Nas nove primeiras, tendo o italiano Matteo Bobbi como companheiro, ele venceu as etapas de Silverstone e Dijon, foi segundo nas provas de Spa-Francorchamps, Mugello e Budapeste e terceiro em Brno. Além disso, foi quarto em Paul Ricard, quinto em Adria – na prova em que confirmou a conquista antecipada do título, no mês passado – e sexto em Öschersleben.


Melo Júnior chegou ao título da classe GT2 no Mundial FIA GT com 79 pontos. Bobbi, seu ex-parceiro, ficou com o vice-campeonato, com 71. Mika Salo e Rui Aguas, também da AF Corse, ficaram em terceiro na classificação final com 61, apenas meio ponto a mais que o inglês Tim Mullen, o quarto.


Em Dubai, após 89 voltas, o resultado da décima e última etapa do Mundial FIA GT foi o seguinte:
 
1º) Jean-Denis Deletraz/Andrea Piccini (SUI/ITA), 3h01min50s016
Phoenix Racing, Aston Martin DBR9, categoria GT1
 
2º) Bert Longin/Anthony Kumpen/Mike Hezemans (BEL/BEL/HOL), a 49s964
GLPK-Carsport, Corvette C6 R, categoria GT1
 
3º) Jamie Davies/Thomas Biagi/Vincent Vosse (ING/ITA/BEL), a 1min13s571
Vitaphone Racing Team, Maserati MC12 GT1, categoria GT1
 
4º) Matteo Malucceli/Fabio Babini (ITA  /ITA), a 1min48s301
Aston Martin Racing BMS, Aston Martin DBR9, categoria GT1
 
5º) Karl Wendlinger/Philipp Peter (AUT/AUT), a 1 volta
Race Alliance, Aston Martin DBR9, categoria GT1
 
6º) Fabrizio Gollin/Miguel Ramos (ITA/POR), a 1 volta
Aston Martin Racing BMS, Aston Martin DBR9, categoria GT1
 
7º) Gabriele Gardel/Steve Zacchia/Frédéric Makowiecki (SUI/SUI/FRA), a 3 voltas
Larbre Competition, Ferrari 550 Maranello, categoria GT1
 
8º) Chris Niarchos/Tim Mullen (CAN/ING), a 4 voltas
Scuderia Ecosse, Ferrari 430 Maranello, categoria GT2
 
9º) Jaime Melo Júnior/Toni Vilander (BRA/FIN), a 4 voltas
AF Corse, Ferrari 430 Maranello, categoria GT2
 
10º) Mika Salo/Rui Aguas (FIN/POR), a 4 voltas
AF Corse, Ferrari 430 Maranello, categoria GT2
 
11º) Michael Bartels/Andrea Bertolini/Eric van de Poele (ALE/ITA/BEL), a 4 voltas
Vitaphone Racing Team, Maserati MC12 GT1, categoria GT1
 
12º) Jeroen Bleekemolen/Jonny Kane (HOL/ING), a 4 voltas
Spyker Squadron, Spyker C8 Spyder GT2 R, categoria GT2
 
13º) Tim Sugden/Iradj Alexander (ING/SUI), a 4 voltas
JMB Racing, Ferrari 430 Maranello, categoria GT2
 
14º) Emanuel Collard/Mike Rockenfeller (FRA/ALE), a 4 voltas
Ebimotors, Porsche 996 GT3 RSR, categoria GT2
 
15º) Luigi Moccia/Emanuele Busnelli (ITA/ITA), a 5 voltas
Ebimotors, Porsche 996 GT3 RSR, categoria GT2
 
16º) Christian Ried/Horst Felbermayr Jr. (ALE/AUT), a 5 voltas
Team Felbermayr-Proton, Porsche 996 GT3 RSR, categoria GT2
 
17º) Luca Pirri/Toni Seiler (ITA/SUI), a 8 voltas
BMS Scuderia Italia, Aston Martin DBRS9, categoria G3
 
18º) Nathan Kinch/Marino Franchitti (ING/ING), a 8 voltas
Scuderia Ecosse, Ferrari 430 Maranello, categoria GT2
 
19º) Andrea Garbagnati/Peter Kutemann (MON/HOL), a 8 voltas
JMB Racing, Ferrari 430 GT2, categoria GT2
 
20º) Lukas Lichtner-Hoyer/Thomas Gruber (AUT/AUT), a 8 voltas
Race Alliance Motorsport, Porsche 996 GT3 RSR, categoria GT2
 
21º) Nicolas Comar/Philippe Rambeaud/Michel Mhitarian (FRA/FRA/FRA), a 12 voltas
JMB Racing, Ferrari 430 Challenge GT3, categoria G3
 
22º) Sascha Bert/Andrea Montermini/Jarek Janis (ALE/ITA/TCH), a 15 voltas
Zakspeed Racing, Saleen S7 R, categoria GT1
 
23º) Horst Felbermayr/Gerold Ried (AUT/ALE), a 18 voltas
Team Felbermayr-Proton, Porsche 996 GT3 RS, categoria GT2
 
NÃO COMPLETARAM
Peter Kox/Peter Dumbreck (HOL/ING), a 46 voltas
Spyker Squadron, Spyker C8 Spyder GT2 R, categoria GT2
 
Miro Konopka/Stefan Rosina (ESL/ESL), a 66 voltas
Autoracing Club Bratislava, Porsche 996 GT3 RS, categoria GT2
 
Bas Leinders/Renaud Kuppens (BEL/BEL), a 78 voltas
Belgian Racing, Gillet Vertigo, categoria G2
 
Sergey Zlobin/Marcello Zani/Roberto Benucci (RUS/ITA/ITA), a 88 voltas
BMS Scuderia Italia, Aston Martin DBRS9, categoria G3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *