FIA GT: Mundial FIA Gran Turismo volta a ter uma prova na Hungria após cinco anos

Oitava etapa pode confirmar favoritismo de Bartels/Bertolini ao título
na classe GT1 e a vantagem de Melo Júnior/Bobbi na categoria GT2.


A temporada 2006 do Campeonato Mundial FIA Gran Turismo terá neste domingo (1º) a oitava e antepenúltima etapa, no circuito húngaro de Budapeste. A corrida deverá definir a lista das duplas ou trios que vão compor a disputa direta pelos títulos das categorias GT1 e GT2 nas duas etapas seguintes do campeonato – marcadas para os dias 15 de outubro em Adria, na Itália, e 18 de novembro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

O traçado de 4.381 metros, onde o Mundial de Fórmula 1 tem anualmente o GP da Hungria de Fórmula 1, não recebe uma corrida do FIA GT desde 2001. “É uma pista onde a escolha dos pneus pode ser um pouco mais decisiva do que em outros lugares”, acredita o brasileiro Jaime Melo Júnior, líder da categoria GT2. “A equipe vai para lá sem muita experiência na pista com esse tipo de carro, então os treinos livres vão ser muito importantes”.

Melo Júnior e o italiano Matteo Bobbi, seu companheiro na AF Corse, já conquistaram duas vitórias e três segundos lugares em 2006. Essa seqüência de resultados, conforme determina o regulamento desportivo, os fez atingir o limite de 80 quilos de peso extra na Ferrari 430 Maranello. “O nosso carro está bem mais pesado que os outros, mas ainda rende bem. Uma vitória na Hungria pode deixar o título bem mais perto da gente”, vislumbra.

Os líderes da classe T2 somam 59 pontos, oito a mais que a dupla Mika Salo/Rui Aguas, que também compete pela AF Corse. “Claro que nosso objetivo é ganhar a corrida, mas vai ser uma disputa interessante. No campeonato entre as equipes, a AF Corse tem o título praticamente garantido”, afirma. “Entre os pilotos, com a vantagem que temos para o terceiro colocado, podemos usar as três etapas finais para fazer um bom trabalho em equipe”.

Cumpridas sete etapas, os 10 primeiros colocados em cada categoria do Mundial FIA GT são os seguintes:
 
Classe GT1
1º) Michael Bartels/Andrea Bertolini (ALE/ITA), Maserati, 57
2º) Jean-Denis Deletraz/Andrea Piccini (SUI/ITA), Aston Martin, 47
3º) Sascha Bert (ALE) Saleen, 42
4º) Jarek Janis (CZE), Saleen, 41
5º) Jamie Davies/Thomas Biagi (ING/ITA), Maserati, 36
6º) Fabio Babini (ITA), Aston Martin, 35
7º) Karl Wendlinger/Philipp Peter (AUT/AUT), Aston Martin, 28,5
8º) Bert Longin/Anthony Kumpen/Mike Hezemans (ALE/ALE/HOL), Corvette, 26
9º) Christian Pescatori (ITA), Aston Martin, 24
10º) Fabrizio Gollin (ITA), Aston Martin, 23,5
 
Classe GT2
1º) Jaime Melo/Matteo Bobbi (BRA/ITA), Ferrari, 59
2º) Mika Salo/Rui Aguas (FIN/POR), Ferrari, 51
3º) Tim Mullen (ING), Ferrari, 34,5
4º) Nathan Kinch/Andrew Kirkaldy (ING/ESC), Ferrari, 33
5º) Emmanuel Collard/Luca Riccitelli (FRA/ITA), Porsche, 31
6º) Tim Sugden/Iradj Alexander (ING/SUI), Ferrari, 27
7º) Christian Ried/Horst Felbermayr Jr. (ALE/AUT), Porsche, 21,5
8º) Chris Niarchos (CAN), Ferrari, 21,5
9º) Timo Scheider (ALE), Ferrari, 19
10º) Marino Franchitti (ING), Ferrari, 19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *