FNippon Japonesa: João Paulo de Oliveira volta vai estrear na categoria

Brasileiro foi convidado pela equipe 5Zigen devido a suas performances no ano.

O bom desempenho do brasileiro João Paulo de Oliveira em seu primeiro ano pilotando um Nissan Fairlady no Campeonato Japonês de Super GT500, rendeu um convite para o paulista estrear ainda nesta temporada na Fórmula Nippon, a principal categoria de monopostos da Ásia. “O convite veio de repente, eu não esperava correr na Nippon ainda este ano. A equipe me procurou e disseram que estavam impressionados com minha performance pessoal no Super GT, então me deram esta oportunidade”, conta. Ele disputará neste domingo (19/11) a última etapa do Campeonato Japonês pela equipe 5Zigen, em Suzuka (Japão).


A última vez em que João Paulo de Oliveira pilotou um monoposto foi em fevereiro deste ano, quando testou a Williams F1 em Valência (Espanha), e não terá sequer um teste antecipado para conhecer as reações do carro. “Faz nove meses que eu não ando em um carro tipo Fórmula. Terei de me adaptar o mais rápido possível com os dois treinos livres de uma hora cada na sexta-feira”, explica o ex-campeão da Fórmula 3 Japonesa de 2005.


A missão de João Paulo na equipe 5Zigen não será nada fácil. Além de precisar de uma rápida adaptação ao monoposto e à categoria, ele foi contratado como uma espécie de salva-vidas, já seu time ainda não pontuou em nenhuma das oito etapas da Fórmula Nippon nesta temporada, e conta com o talento do brasileiro para tirá-los do zero. Em 2006 a melhor posição de largada que conseguiram com o japonês Ryo Michigami foi a 11ª, e o melhor resultado final foi um sétimo lugar. “Tenho muita fé no meu taco, e se o carro estiver em ordem eu espero conquistar os primeiros pontos da equipe”, finaliza João Paulo. O líder da competição é Benoit Treluyer (FRA) com 51 pontos, seguido por Tsugio Matsuda (JAP) com 31 e Loic Duval (FRA) com 24 na tabela.


A F-Nippon é uma categoria reformulada a partir da extinta F-3000 Japonesa, que reúne um grid de 22 carros. Com motores de 540 cavalos de potência da Honda e da Toyota, este monoposto é um dos mais potentes do mundo, chegando próximo aos carros da GP2, que por sua vez é a principal porta de entrada para a Fórmula 1. A categoria é a de maior cobertura na Ásia, e já revelou vários pilotos que foram para a categoria máxima do automobilismo, entre eles Eddie Irvine, Jacques Villeneuve, Norberto Fontana, Mika Salo, Alex Yoong, e campeões como Ralf Schumacher (1996) e Pedro de la Rosa (1997). Atualmente conta com pilotos com experiência na Fórmula 1, como os japoneses Tora Takagi, Yuji Ide e Sakon Yamamoto, e na Fórmula Mundial, como o sueco Bjorn Wirdheim e o alemão André Lotterer, além de vários outros estrangeiros, a exemplo dos franceses Benoit Treluyer e Loic Duval, e o italiano Ronnie Quintarelli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *