Fórmula-1: Max Verstappen vence o GP da Arábia Saudita

Atual campeão o holandês Max Verstappen (Red Bull) venceu o GP da Arábia Saudita, no Circuito Jeddah Corniche, segunda etapa da temporada. Foi a sua primeira vitória no ano, e 21ª na categoria. A dupla da Ferrari, o monegasco Charles Leclerc e o espanhol Carlos Sainz Jr., completaram o pódio.

Pole-position o mexicano Sergio Pérez (Red Bull) liderou até a 15ª volta, quando entrou nos boxes, no mesmo momento em que o Safety-Car Virtual foi acionado, devido a batida do canadense Nicholas Latifi (Williams). Na volta seguinte, Leclerc, Verstappen e Sainz também entraram nos boxes, com o Safety-Car entrando na pista.

F1: Latifi bate e safety car entra em ação na Arábia Saudita | BandSports

Sainz Jr. saiu dos boxes, após o pit stop, um pouco à frente de Pérez, como a faixa branca pintada no asfalto mostrou, mas foi ultrapassado por Pérez, pelo terceiro lugar. A manobra passou a ser investigada. Na relargada, na 20ª volta, Leclerc manteve a ponta na relargada, seguido por Verstappen Sainz Jr e Pérez (que devolveu a posição).

Leclerc abriu uma confortável vantagem de 1s6 sobre Verstappen nas voltas seguintes, quando faltando 12 voltas para o final, uma sucessão de abandonos, provocou a bandeira amarela em todo o circuito, e o Safety-Car Virtual. Com problemas de embreagem o australiano Daniel Ricciardo (McLaren) ficou lento na pista, parando perto da entrada dos boxes, e pouco depois o espanhol Fernando Alonso (Alpine), com problemas no motor, também parou na entrada dos pits. Com problemas mecânicos o finlandês Valtteri Bottas (Alfa-Romeo) também ficou lento, mas abandonou nos boxes.

A prova recomeçou na 40ª volta, com Leclerc e Verstappen iniciando uma intensa disputa pela liderança, com trocas de posição. Na 46ª volta Verstappen usou o DRS na primeira curva, e ultrapassou Leclerc, assumindo a liderança, e abrindo uma pequena vantagem sobre o monegasco. Para vencer com 0s549 de vantagem. Sainz Jr. fechou o pódio.

Pérez terminou em quarto, seguido pelo britânico George Russell (Mercedes) e o francês Esteban Ocon (Alpine). O britânico Lando Norris (McLaren), o francês Pierre Gasly (Alpha Tauri), o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) e o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) fecharam a zona de pontos.

Hamilton, largando da 16ª posição, fazia uma ótima prova de recuperação e ocupava a sexta posição, quando o SCV foi acionado na 38ª volta. A equipe chamou o piloto para os boxes, quando ele havia acabado de passar pela entrada dos pits. Que foi fechado na sequência para a retirada dos carros de Ricciardo e Alonso. Tendo que fazer a sua parada, para colocar peneus médios, quando a prova recomeçou.

Leclerc marcou a melhor volta, 1m31s634 (242,556 km/h) na 48ª volta.

Leclerc lidera o campeonato com 45 pontos, seguido por Sainz Jr. com 33 e Verstappen com 25.

A próxima etapa, o GP da Austrália, em Melbourne, acontece no dia 10 de abril.

Insistente, Verstappen bate Leclerc em duelo e vence em Jeddah

Final:

1 Max VERSTAPPEN Red Bull Red Bull 50 votlas em 1h 24m 19.293s ( 219.481 km/h )
2 Charles LECLERC Ferrari Ferrari +00.549
3 Carlos SAINZ Ferrari Ferrari +08.097
4 Sergio PEREZ Red Bull Red Bull +10.800
5 George RUSSELL Mercedes Mercedes +32.732
6 Esteban OCON Alpine Renault 5 +56.017
7 Lando NORRIS McLaren Mercedes +56.124
8 Pierre GASLY AlphaTauri Red Bull +1m 02.946
9 Kevin MAGNUSSEN Haas Ferrari +1m 04.308
10 Lewis HAMILTON Mercedes Mercedes +1m 13.948
11 Guanyu ZHOU Alfa Romeo Ferrari +1m 22.215
12 Nico HULKENBERG Aston Martin Mercedes +1m 31.742
13 Lance STROLL Aston Martin Mercedes 49 voltas
14 Alexander ALBON Williams Mercedes 47 voltas
ab 77 Valtteri BOTTAS Alfa Romeo Ferrari 36 voltas
ab 14 Fernando ALONSO Alpine Renault 35
ab 3 Daniel RICCIARDO McLaren Mercedes 35
ab 6 Nicholas LATIFI Williams Mercedes 14
NL 22 Yuki TSUNODA AlphaTauri Red Bull
NP 47 Mick SCHUMACHER Haas Ferrari

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *