Fórmula-2: Nobuharu Matsushita e Felipe Drugovich vencem em Barcelona

O japonês Nobuharu Matsushita e o brasileiro Felipe Drugovich, parceiros na MP Motorsport, foram os vencedores da sexta etapa da temporada, disputada em Barcelona, na Espanha.

No sábado (15/08) Matsushita aproveitou a presença do Safety-Car para assumiu a liderança da prova. O japonês havia entrado nos boxes, para o seu pit stop, momentos antes da entrada do carro de segurança.  O russo Robert Shwartzman (Prema) terminou em segundo, seguido pelo chinês Guanyu Zhou (UNI Virtuosi).

O japonês Yuki Tsunoda (Carlin) foi o quarto, seguido pelo líder do campeonato o britânico Callum Ilott (UNI Virtuosi).

Drugovich, que chegou a liderar a prova antes do SC, terminou em sétimo. Entre os demais brasileiros Pedro Piquet (Charouz) terminou em 14º, e Guilherme Samaia (UNI Virtuosi) em 16º.

O indonésio Sean Gelael (DAMS) se envolveu em um acidente na volta final com o britânico Jack Aitken (UNI Virtuosi). Levado para o Hospital General de Granollerso, o indonésio teve constatada uma fratura na costela. Ficando fora da segunda prova em Barcelona.

Neste domingo Drugovich venceu de ponta a ponta a prova curta (Sprint Race). O italiano Luca Ghiotto (Hitech) e o alemão Mick Schumacher (Prema) completaram o pódio.

“Foi bom demais. Eu estava um pouco preocupado com a largada, que ontem não foi tão boa, e sabia que se eu ‘pulasse’ na frente teria bom ritmo para me manter na ponta. Consegui largar bem e o ritmo foi absolutamente muito bom”, disse Felipe Drugovich, que disputa uma das temporadas mais equilibradas da história da categoria. Em 2020, nove pilotos diferentes venceram nas 12 corridas até aqui realizadas.

“Depois disso consegui abrir aquele espaço de segurança, de 2 a 3 segundos, fiz minha corrida e mesmo assim eu continuava abrindo deles. O carro estava absurdamente bom e a evolução da equipe foi muito grande neste final de semana. Agora temos que manter este ritmo nas próximas corridas, começando por Spa-Francorchamps daqui a duas semanas”, finalizou Felipe Drugovich.

Tsunoda foi o quarto, seguido por Matsushita. Piquet marcou os seus primeiros pontos no campeonato com o sétimo lugar. Samaia terminou em 20º.

Ilott lidera o campeonato com 121 pontos, seguido por Shwartzman com 103.

A próxima etapa acontece em Spa-Francorchamps, na Bélgica, nos dias 29 e 30 de agosto.

Final prova 1, sábado 15/08:

1 – Nobuharu Matsushita – MP Motorsport – 35 voltas em 1’02’14″783
2 – Robert Shwartzman – Prema – 1″599
3 – Guanyu Zhou – UNI Virtuosi – 6″166
4 – Yuki Tsunoda – Carlin – 7″796
5 – Callum Ilott – UNI Virtuosi – 7″954
6 – Mick Schumacher – Prema – 8″471
7 – Felipe Drugovich – MP Motorsport – 8″831
8 – Luca Ghiotto – Hitech – 8″992
9 – Dan Ticktum – DAMS – 9″438
10 – Louis Deletraz – Charouz – 9″494
11 – Christian Lundgaard – ART – 9″658
12 – Artem Markelov – HWA – 10″552
13 – Nikita Mazepin – Hitech – 10″661
14 – Pedro Piquet – Charouz – 14″389
15 – Marino Sato – Trident – 15″157
16 – Guilherme Samaia – UNI Virtuosi – 15″327
17 – Jehan Daruvala – Carlin – 18″437
18 – Jack Aitken – UNI Virtuosi – 1 volta
19 – Sean Gelael – DAMS – 1 volta

Volta mais rápida: Nobuharu Matsushita 1’32″902

Abandonos:

Roy Nissany – Trident – 31 voltas
Giuliano Alesi – HWA – 23
Marcus Armstrong – ART – 1

Final, prova 2, 16/08:

1 – Felipe Drugovich – MP Motorsport – 26 votas em 41’55″669
2 – Luca Ghiotto – Hitech – 9″536
3 – Mick Schumacher – Prema – 10″956
4 – Yuki Tsunoda – Carlin – 14″924
5 – Nobuharu Matsushita – MP Motorsport – 19″921
6 – Nikita Mazepin – Hitech – 23″231
7 – Pedro Piquet – Charouz – 24″528
8 – Callum Ilott – UNI Virtuosi – 29″718
9 – Louis Deletraz – Charouz – 31″973
10 – Dan Ticktum – DAMS – 32″155
11 – Christian Lundgaard – ART – 34″196
12 – Roy Nissany – Trident – 34″822
13 – Robert Shwartzman – Prema – 41″254
14 – Guanyu Zhou – UNI Virtuosi – 41″996
15 – Marcus Armstrong – ART – 43″413
16 – Artem Markelov – HWA – 45″618
17 – Jehan Daruvala – Carlin – 46″219
18 – Jack Aitken – Campos – 48″431
19 – Giuliano Alesi – HWA – 54″736
20 – Guilherme Samaia – Campos – 1’09″082
21 – Marino Sato – Trident – 1’14″667

Volta mais rápida: Giuliano Alesi 1’33″413

Não largou:
Sean Gelael – DAMS –

Campeonato;

1.Ilott 121 pontos; 2.Shwartzman 103; 3.Lundgaard 87; 4.Tsunoda 82; 5.Schumacher 79; 6.Zhou 76; 7.Mazepin 75; 8.Drugovich 65; 9.Deletraz 65; 10.Ticktum 63

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *