Fórmula 3 Brasil: Argentino correrá por equipe brasileira

Nicolás Dapero acertou com a PropCar Racing para fazer o restante do campeonato

Nicolás Dapero acertou com a PropCar Racing para fazer o restante do campeonato

Uma das mais tradicionais equipes da Fórmula 3 na América do Sul, vice-líder da F3 Brasil com Rodrigo Baptista (HT Pro Nutrition/Maio Amarelo) e vice-líder da F3 Light com Matheus Muniz (Brasil Tractors/Grupo G.A./Águas Brasil/Zipco/Haidar/Mafiza/VerdeSolo), a PropCar Racing (Phinter/Menzoil) anuncia o argentino Nicolás Dapero como seu novo piloto a partir da terceira etapa da rodada dupla do certame nacional, que será realizada nos dias 27 e 28 de junho em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

“O Nico Dapero já treinou conosco e se mostrou um piloto arrojado, que não comete erros. Os tempos de volta a volta foram bem parecidos, um décimo de segundo a mais ou menos. Mostrou que vem pra se firmar na Fórmula 3 e seguir passos adiantes na Europa ou EUA”, elogiou o empresário Dárcio dos Santos, ex-piloto e chefe da equipe vice-líder.

Na semana passada Nicolás Dapero fez dois dias de testes no circuito de Campo Grande (MS), onde o time se concentrou na configuração do Dallara F309 e na consistência dos registros do piloto de Kart e Fórmula Metropolitana. Também realizaram simulações de classificação para fazer voltas rápidas e de corrida ao girar 25 voltas seguidas buscando ritmo e para o portenho conhecer as reações do chassi à medida que vão transcorrendo as voltas. Os resultados foram excelentes, com o jovem de apenas 17 anos tendo desempenho notável, para fazer volta rápida, bem como para a simulação de corrida.

“Estou muito feliz com o trabalho que fizemos nestes dois dias de testes, eu me sinto muito mais confiante sobre o carro e aos poucos vou conhecê-lo mais e mais. Nós trabalhamos duro na configuração do carro para uma volta rápida e fizemos bom tempo em uma pista que eu não conhecia. O carro é excelente”, comentou Nicolás Dapero.

“Agradeço a toda a equipe Prop Car pela sua dedicação, profissionalismo e trabalho, ao engenheiro Fabio Almeida, e ao meu mecânico Ricardo. Estou muito feliz por estar nesta equipe graças ao meu coach Marcelo La Manna que fez a negociação, e ao apoio incondicional de meu pai e a Marcos Tenaglia para eu estar aqui”, lembra Dapero.

“Isso demonstra nosso trabalho sério e com dedicação que vimos fazendo desde a nossa volta à Fórmula 3 em 2013, onde Lukas Moraes foi Vice-Campeão no ano passado e hoje temos o nosso querido Rodrigo Baptista na vice-liderança do Campeonato 2015”, enfatiza Dárcio.

Nos últimos anos, em vista da crise econômica nos países do Cone Sul, o Campeonato Sul-americano de F3 deixou de ser disputado, e consequentemente caiu muito a participação de pilotos de outras nacionalidades na Fórmula 3 Brasil. A participação de Nicolas Dapero pode estar marcando a volta dos estrangeiros, que podem abrilhantar e fortalecer o certame nacional.

“Espero que outros argentinos, uruguaios, chilenos ou quaisquer outros pilotos sul-americanos se interessem pela nossa competitiva Fórmula 3 e quem sabe, num futuro próximo voltamos a fazer corridas nestes excelentes países com tradição no esporte-motor”, profetiza Dos Santos, como é conhecido na Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *