Fórmula 4 Alemã: Felipe Drugovich dará seus primeiros passos no automobilismo europeu

Piloto paranaense, dono de belo currículo no kartismo brasileiro e europeu, integrará a austríaca Neuhauser Racing

Com uma carreira consistente no kartismo, onde conquistou sete títulos nacionais no Brasil e foi destaque ao competir na Europa como piloto oficial da fabricante italiana Kosmic, o paranaense Felipe Drugovich (Diesel Technic | Drugovich | Mahle | Noma), 15 anos, é o mais novo brasileiro a iniciar carreira no automobilismo europeu. Em 2016 Felipe disputará a Fórmula 4 ADAC, que terá oito etapas triplas, pela equipe austríaca Neuhauser Racing.

O evento é conhecido também como o Campeonato Alemão de Fórmula 4 e é considerado um verdadeiro mundial da categoria, já que em 2015 reuniu mais de 40 pilotos de 16 países diferentes. Assim, a Neuhauser, que falava exclusivamente alemão em seu paddock até o ano passado, passará a “falar português” também. “O Felipe tem um grande potencial. A primeira impressão que tivemos dele ao testar nosso carro foi ótima e confirmou nossa intenção inicial de contratá-lo. Ele é muito talentoso e será muito importante para a equipe nesta temporada”, diz Hannes Neuhauser, o chefe da equipe.

Felipe Drugovich (Diesel Technic | Drugovich | Mahle | Noma), que reside na Itália, traçou, como todos os pilotos de sua idade, o objetivo de chegar à Fórmula 1. “Tenho certeza que com a Neuhauser Racing este objetivo ficará ainda mais próximo de conquistar”, disse o piloto de Maringá (PR). “Será meu primeiro ano no automobilismo depois de cerca de seis anos no kart, e por isso esta primeira temporada será de muito aprendizado. A Fórmula 4, por si só, é uma categoria-escola e será meu primeiro passo em direção ao meu objetivo principal”, completa, bastante decidido.

A Fórmula 4 ADAC passará por sete autódromos, na Alemanha, Áustria e Holanda, cada um com características próprias e, dentre eles, verdadeiros templos da velocidade, como Nürburgring, Hockenheim, Zandvoort e Red Bull Ring. “Vou aprender muito e, ao final do ano, terei uma bela bagagem de conhecimento para a temporada seguinte. O que não me impede, é claro, de também buscar resultados consistentes”, analisa Drugovich, que competirá com chassi Tatuus e motor Abarth 1.4 Turbo, carro que alcança velocidades de cerca de 210 km/h. “Fiz bons testes, em três equipes, e tenho certeza que terei uma temporada muito produtiva”, finaliza.

Confira o calendário da Fórmula 4 ADAC em 2016 (a 8ª etapa terá sua definição em breve):
1ª etapa – 15 a 17 de abril – Oschersleben (ALE)
2ª etapa – 29 de abril a 1º de maio – Sachsenring (ALE)
3ª etapa – 3 a 5 de junho – Lausitzring (ALE)
4ª etapa – 22 a 24 de julho – Red Bull Ring (AUT)
5ª etapa – 5 a 7 de agosto – Nürburgring (ALE)
6ª etapa – 19 a 21 de agosto – Zandvoort (HOL)
7ª etapa – 30 de setembro a 2 de outubro – Hockenheim (ALE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *