Fórmula E: Bruno Senna espera manter pegada em Paris

Evolução em Long Beach anima piloto da Mahindra na abertura da fase europeia

Na estreia de Paris no calendário da Fórmula E, Bruno Senna espera que o bom resultado da prova mais recente em Long Beach – onde chegou em 5º logo atrás do companheiro Nico Heidfeld – possa ser confirmado neste sábado na 7ª etapa da categoria dos carros elétricos. A corrida marca a abertura da fase europeia e será realizada na região de Les Invalides, nas proximidades da Torre Eiffel. “Temos de manter a pegada da consistência e aproveitar as oportunidades deixadas pelos carros mais rápidos”, disse o brasileiro da Mahindra Racing pouco antes do reconhecimento do diminuto circuito de pouco mais de 1,9 km.

Bruno chegou animado para à Cidade Luz depois de bisar a melhor posição da temporada nos Estados Unidos. Ele reconhece que o balanço da primeira metade do campeonato poderia ser mais positivo, mas ressalta a aparente evolução da equipe indiana. “Perdi pontos importantes por problemas mecânicos nas corridas iniciais. Depois, evoluímos em vários aspectos, inclusive nos procedimentos, embora as demais também tenham crescido. Vamos ver o que acontecerá aqui, numa pista nova para todos”, continuou.

A preparação no simulador do time baseado em Alzira, na Espanha, ajudou, mas só depois de percorrer todo o traçado é que Bruno e os técnicos da Mahindra começariam a trabalhar especificamente para a abertura dos treinos da manhã, que poderá apresentar piso molhado se a previsão da meteorologia se concretizar. “Não sabemos nada sobre o nível de aderência, ondulações e os diferentes tipos de asfalto daqui. Tem até bueiro”, observou.

Em Long Beach, as novidades introduzidas nas suspensões dianteira e traseira não deram os resultados esperados. Como Paris tem características que lembram os circuitos de Moscou e Long Beach, Bruno sabe que a equipe vai trabalhar com base na experiência adquirida nessas cidades para buscar o acerto ideal. “Temos algumas coisas para testar. A partir daí, com informações mais detalhadas, teremos como escolher o melhor caminho.” A pista da capital francesa é a menor deste segundo ano da categoria.

Como de hábito, a programação prevê a realização de duas sessões de treinos livres antecedendo às tomadas classificatórias e a Super Pole com os cinco mais rápidos do qualifying. A largada está prevista para as 11 horas (Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *