Fórmula-E: Sam Bird e Felix Rosenqvist vencem em Hong Kong

O britânico Sam Bird (DS Virgin Racing) e o sueco Felix Rosenqvist (Mahindra Racing) foram os vencedores da e-Prix de Hong Kong, etapa de abertura da temporada 2017/2018 da Fórmula-E.

Prova 1:

No sábado (02/12) Bird venceu a primeira prova da etapa. O francês Jean-Eric Vergne (TECHEETAH) e o alemão Nick Heidfeld (Mahindra Racing) completaram o pódio.

Logo nas primeiras curvas um acidente envolveu quatro carros: do alemão Andre Lotterer (TECHEETAH), o francês Nico Prost (Renault e.dams), o suíço Neel Jani (DRAGON) e o neozelandês Mitch Evans (Panasonic Jaguar Racing). Com a pista bloqueada, a bandeirada vermelha foi acionada.

Na relargada (depois de 30 minutos de paralisação) o pole Vergne manteve a ponta, seguido por Bird. Os dois iniciaram uma intensa disputa pela liderança, com o britânico assumindo a ponta na 20ª volta, com uma linda ultrapassagem.

Após a parada nos boxes, para a troca de carros, Bird manteve a ponta, e rapidamente abriu vantagem sobre Vergne. E mesmo sendo obrigado a cumprir um drive-through (por colidir o carro dentro dos boxes, antes da troca), o piloto da Virgin Racing voltou em primeiro. Recebendo a bandeirada com tranquilos 11 segundos de vantagem sobre Vergne. Heidfeld completou o pódio.

Fórmula-E: Sam Bird e Felix Rosenqvist vencem em Hong Kong

O brasileiro Nelsinho Piquet (Panasonic Jaguar Racing) foi o quarto, seguido pelo alemão Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler) e o português Antonio Felix da Costa (Andretti Formula E).

O italiano Edoardo Mortara (Venturi Formula E Team), o britânico Alex Lynn (DS Virgin Racing), Prost e o italiano Luca Filippi (NIO Formula E Team) completaram a zona de pontos.

Atual campeão o brasileiro Lucas di Grassi (ABT Schaeffler Audi Sport) terminou apenas na 17ª posição. O piloto teve vários problemas durante a prova, incluindo uma parada antes do programado nos boxes para a troca de carro. Devido uma quebra na roda traseira direita.

O belga Jérôme d’Ambrosio (DRAGON) marcou a melhor volta, mas como não terminou entre os dez primeiros o ponto extra, ficou com Abt.

Final, prova 1:

1 – Sam Bird (DS Virgin DSV-03) – DS Virgin – 43 voltas
2 – Jean-Eric Vergne (Renault ZE 17) – Techeetah – 11”575
3 – Nick Heidfeld (Mahindra M4Electro) – Mahindra – 12”465
4 – Nelson Piquet (Jaguar I-Type II) – Jaguar – 15”324
5 – Daniel Abt (Audi e-Tron FE04) – Audi – 17”205
6 – Antonio Felix da Costa (Andretti ATEC-03) – Andretti – 18”083
7 – Edoardo Mortara (Venturi VM200-FE-03) – Venturi – 19”797
8 – Alex Lynn (DS Virgin DSV-03) – DS Virgin – 20”904
9 – Nicolas Prost (Renault ZE 17) – e.Dams – 24”785
10 – Luca Filippi (NextEV NIO Sport 003) – NIO – 25”500
11 – Sébastien Buemi (Renault ZE 17) – e.Dams – 26”202
12 – Mitch Evans (Jaguar I-Type II) – Jaguar – 34”871
13 – Maro Engel (Venturi VM200-FE-03) – Venturi – 35”752
14 – Felix Rosenqvist (Mahindra M4Electro) – Mahindra – 19”174*
15 – Kamui Kobayashi (Andretti ATEC-03) – Andretti – 48”422
16 – Oliver Turvey (NextEV NIO Sport 003) – NIO – 1 volta
17 – Lucas Di Grassi (Audi e-Tron FE04) – Audi – 1 volta
18 – Neel Jani (Penske EV-2) – Dragon – 1 volta
Ab – Jérôme d’Ambrosio (Penske EV-2) – Dragon – 9 voltas
Desc – André Lotterer (Renault ZE 17) – Techeetah –

*Punido em 22″ por usar potência maior do que a autorizada

Volta mais rápida: Jérôme d’Ambrosio

Prova 2:

Neste domingo (03/12) Abt recebeu a bandeirada em primeiro lugar. Mas após comemorar a sua primeira vitória na categoria, no dia de seu aniversário de 25 anos, o alemão foi desclassificado devido uma irregularidade técnica. Os rótulos de segurança da FIA nos inversores e motores do carro não coincidem com os indicados no passaporte técnico do veículo. Ainda cabe recurso por parte da Audi.

Com a desclassificação de Abt a vitória passou para Rosenqvist, que alinhou na pole. Foi a segunda vitória de Rosenqvist na categoria. Mortara e Evans completaram o pódio, o primeiro deles na categoria.

Com problemas no sistema de largada, a prova começou com o Safety-Car a frete dos carros. Logo na primeira curva, depois da bandeira verde, Rosenqvist rodou caindo para 11ª posição.

Mortara assumiu a ponta, mantendo a posição após a troca de carros. Abt era o segundo, seguido por Rosenqvist, em grande prova de recuperação.

Faltando duas voltas para o final Mortara rodou, sendo superado por Abt e Rosenqvist. O alemão cruzou m primeiro, comemorou muito no pódio. Mas perdeu a vitória para Rosenqvist.

Vergne terminou em quarto, seguido por Bird e o britanico Oliver Turvey (NIO Formula E Team). O alemão Maro Engel (Venturi Formula E Team), Prost, Lynn e o suíço Sebastien Buemi (Renault e.dams) fecharam os dez primeiros.

Piquet terminou na 12 posição e Di Grassi, em mais uma prova problemática (ficou lento na pista antes da parada nos boxes), na 14ª. O piloto da Audi marcou a volta mais rápida, mas como não terminou entre os dez primeiros não teve direito ao ponto extra (que ficou com Rosenqvist)

Bird lidera o campeonato com 35 pontos, seguido por Vergne com 33 e Rosenqvist com 29. Piquet com 12 pontos ocupa a sétima posição.

A próxima etapa acontece em Marrakesh, no Marrocos, em prova única, no dia 13 de janeiro.

Final, prova 2:

1 – Felix Rosenqvist (Mahindra M4Electro) – Mahindra – 5”276
2 – Edoardo Mortara (Venturi VM200-FE-03) – Venturi – 12”307
3 – Mitch Evans (Jaguar I-Type II) – Jaguar – 15”895
4 – Jean-Eric Vergne (Renault ZE 17) – Techeetah – 17”869
5 – Sam Bird (DS Virgin DSV-03) – DS Virgin – 18”155
6 – Oliver Turvey (NextEV NIO Sport 003) – NIO – 19”475
7 – Maro Engel (Venturi VM200-FE-03) – Venturi – 20”952
8 – Nicolas Prost (Renault ZE 17) – e.Dams – 24”181
9 – Alex Lynn (DS Virgin DSV-03) – DS Virgin – 24”301
10 – Sébastien Buemi (Renault ZE 17) – e.Dams – 27”415
11 – Antonio Felix da Costa (Andretti ATEC-03) – Andretti – 28”635
12 – Nelson Piquet (Jaguar I-Type II) – Jaguar – 33”180
13 – André Lotterer (Renault ZE 17) – Techeetah – 33”867
14 – Lucas Di Grassi (Audi e-Tron FE04) – Audi – 44”413
15 – Jérôme d’Ambrosio (Penske EV-2) – Dragon – 1’00”465
16 – Nick Heidfeld (Mahindra M4Electro) – Mahindra – 1 volta
17 – Kamui Kobayashi (Andretti ATEC-03) – Andretti – 1 volta
18 – Neel Jani (Penske EV-2) – Dragon – 1 volta
Ab – Luca Filippi (NextEV NIO Sport 003) – NIO – 8 voltas
Desc – Daniel Abt (Audi e-Tron FE04) – Audi –

Volta mais rápida: Lucas Di Grassi

 

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *