Fórmula-E: Sébastien Buemi vence em Paris

O suíço Sébastien Buemi (Renault e.dams) venceu neste sábado (20/05) o e-Prix de Paris, na França, sexta etapa da temporada 2016/2017. Foi a quinta vitória de Buemi na temporada. O argentino José María López (DS Virgin) e alemão Nick Heidfeld (Mahindra) completaram o pódio.

Pole-position Buemi manteve a ponta na largada. Líder do campeonato o suíço abriu abriu uma boa vantagem de três segundos sobre o francês Jean-Eric Vergne (Techeetah) nas primeiras voltas. Até o Safety-Car ser acionado na 16ª volta.

O brasileiro Lucas di Grassi, segundo colocado no campeonato, mas que fez um treino ruim (alinhou na 14ª posição) disputava a 13ª posição com Antônio Felix da Costa (Andretti), quando superou o português por fora. Da Costa manteve o bico do carro por dentro, com os dois colidindo, e sendo jogado para o muro de proteção.  O carro de da Costa ficou parado, ocasionando a bandeira amarela. Com di Grassi conseguindo chegar até os boxes.

Os pilotos anteciparam a entrada nos boxes, para a troca de carros. O britânico Mike Conway (Dragon) adiou a sua entrada nos boxes, e liderou por três voltas. Com a ida de Conway para os boxes, Buemi reassumiu a ponta, com pouco mais de um segundo de vantagem sobre Vergne.

Na 34ª volta Vergne escorregou na saída da curva 13 e acertou o muro. Provocando a entrada do Safety-Car. Segundo a equipe do ex-piloto de F-1, um problema mecânico, a quebra da cremalheira de direção, provocou o acidente. López assumiu o segundo lugar.

Faltando duas voltas para o final Di Grassi, na tentativa de fazer a volta mais rápida e garantir ao menos um ponto, bateu na curva oito. O brasileiro, após a batida do da Costa, havia recebido uma punição, por trocar de carro antes do tempo mínimo exigido. O Safety-Car foi novamente acionado.

Buemi recebeu a bandeirada com o carro de segurança a frente. López, em segundo, conquistou o seu melhor resultado na categoria. Heidfeld ficou em terceiro pela segunda prova consecutiva.

O sueco Felix Rosenqvist (Mahindra) foi o quarto, seguido pelo francês Nicolas Prost (Renault e.dams) e o holandês Robin Frijns (Andretti). O brasileiro Nelsinho Piquet (NextEV) terminou em sétimo.

O estreante francês Tom Dillman (Venturi), o neozelandês Mitch Evans (Jaguar) e o francês Stephane Sarrazin (Venturi) fecharam a zona de pontos.

O ponto extra, pela melhor volta, ficou com o britânico Sam Bird (DS Virgin).

Buemi lidera o campeonato com 132, seguido por Di Grassi com 89.

A próxima etapa, em rodada dupla, acontece em Berlim, na Alemanha, nos dias 10 e 11 de junho.

Final:

1 – Sebastien Buemi (Renault Z.E. 16) – Renault e.dams – 49 voltas
2 – Jose Maria Lopez (DS Virgin DSV-02) – DS Virgin – 0″707
3 – Nick Heidfeld (Mahindra M3Electro) – Mahindra – 2″043
4 – Felix Rosenqvist (Mahindra M3Electro) – Mahindra – 2″621
5 – Nicolas Prost (Renault Z.E. 16) – Renault e.dams – 3″521
6 – Robin Frijns (Andretti ATEC-02) – Andretti – 7″999
7 – Nelson Piquet (NextEV TCR Formula 002) – NextEV – 32″420
8 – Tom Dillman (Venturi VM200-FE-02) – Venturi – 32″929
9 – Mitch Evans (Jaguar I-Type 1) – Jaguar – 33″369
10 – Stephane Sarrazin (Venturi VM200-FE-02) – Venturi – 34″051
11 – Oliver Turvey (NextEV TCR Formula 002) – NextEV – 35″082
12 – Esteban Gutierrez (Renault Z.E. 16) – Techeetah – 36″197
13 – Daniel Abt (ABT Schaeffler FE02) – Abt Audi – 1 volta
14 – Mike Conway (Penske 701-EV) – Dragon – 1 volta
15 – Adam Carroll (Jaguar I-Type 1) – Jaguar – 1 volta
16 – Sam Bird (DS Virgin DSV-02) – DS Virgin – 2 voltas

Volta mais rápida: Sam Bird 1’02”422

Abandonos:

Lucas Di Grassi (ABT Schaeffler FE02) – Abt Audi – 39
Jerome D’Ambrosio (Penske 701-EV) – Dragon – 36
Jean-Eric Vergne (Renault Z.E. 16) – Techeetah – 34
Antonio Felix da Costa (Andretti ATEC-02) – Andretti – 19

Campeonato:

1.Buemi 132; 2.Di Grassi 89; 3.Prost 58; 4.Heidfeld 47; 5.Vergne, Rosenqvist 40; 7.Bird 35; 8.Piquet 33; 9.Lopez 28; 10.Abt 26.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *