Fórmula Júnior: Campeonato teve vitórias de Victor Miranda e Mateus Rouver no Velopark

Provas da quarta etapa foram disputadas sob chuva

Como previsto, a terceira etapa da Fórmula Júnior, disputada neste domingo (19) no Velopark, em Nova Santa Rita (RS), teve duas baterias bastante equilibradas. Mas desta vez, diferente das duas rodadas anteriores, um novo ingrediente na categoria fez com que o campeonato ganhasse novos contornos em sua tabela de classificação, que manteve Victor Matzenbacker na liderança, mas viu diversas mudanças nas posições seguintes.

Prevista para domingo, a chuva realmente apareceu e tornou-se a grande preocupação da direção de provas e do quadro diretivo da Federação Gaúcha de Automobilismo, mentora e criadora da Fórmula Júnior. “Direcionamos o briefing praticamente todo no sentido de que os pilotos realmente tivessem cuidado com o que iriam enfrentar, ou seja, a pista molhada, algo inédito até então na Fórmula Júnior”, lembra Antonio Gomes, o Diretor de Prova. “Eles nunca tinham dado sequer uma volta nestas condições e salientamos muito este fato, lembrando-os da diferença de andar no seco e na chuva e de como é diferente guiar na chuva com um fórmula e com um kart”, continuou.

As duas provas foram disputadas com pista molhada, especialmente a segunda, quando a chuva foi mais pronunciada e se manteve até o final das demais provas previstas para o final de semana de velocidade no Rio Grande do Sul. A largada da primeira bateria foi com safety-car e quem largou na pole foi a catarinense Bruna Tomaselli, que manteve a ponta por quase uma volta, até rodar na pista molhada. A disputa pela vitória foi intensa, com diversos competidores lutando pela primeira posição, finalmente definida a favor de Victor Miranda, que chegou a cair para o 4º lugar após uma nova entrada do safety-car. A prova teve, inclusive, um terceiro líder, Gabriel Robe, que abandonou após um problema técnico.

“Me classifiquei em 4º na tomada de tempos e a prova foi com pista molhada desde o início. Consegui uma boa adaptação ao traçado molhado, que conhecemos apenas 10 minutos antes da largada, e com um carro muito bom que minha equipe Nascar me entregou, consegui brigar pela vitória”, relembra Miranda, que na primeira etapa foi o autor da pole-position. “Larguei bem e na 4ª volta eu já tinha assumido a ponta. Depois, após uma entrada do safety-car, larguei mal e caí para 4º, mas consegui recuperar o primeiro lugar. Somei 30 pontos, muito importantes para me aproximar da liderança, foi um bom crescimento e uma boa recuperação, e agora vamos para a próxima etapa, em Tarumã, onde fui o pole, mas tive falta de sorte nas provas. Vamos em busca da vitórias”, completou.

Na segunda bateria a chuva chegou após a largada, quando novas e ferozes disputas foram atração e levaram o sergipano Mateus Rouver até a liderança. A chuva chegou com força e de forma definitiva e ocasionou rodadas. Uma delas gerou a necessidade da entrada do safety-car para o resgate de um dos carros e a prova foi encerrada, voltas depois, com a presença do carro de segurança na pista. Rouver, que em todas as etapas se colocara entre os que brigavam pela ponta, comemorou bastante sua primeira vitória, já que com os resultados o sergipano assumia a vice-liderança do campeonato após ser o piloto que mais somou pontos na etapa.

“É uma sensação indescritível ter vencido pela primeira vez na Fórmula Júnior, esta vitória já vinha ‘batendo na trave’ há algum tempo, pois sempre estive entre os primeiros colocados nas cinco baterias anteriores”, vibrou Rouver. “Larguei em 3º e na primeira volta eu já assumi a ponta. Estou muito contente, pois sou o novo vice-líder e consegui diminuir a diferença para o líder. Minhas expectativas melhoraram, pois já vi que posso vencer e me sinto ainda mais confiante em continuar a temporada brigando pelo título”, finalizou o piloto da Irineu Racing.

A partir desta etapa, a Fórmula Júnior mudou a formatação do pódio e cada bateria passou a ser premiada de forma separada, não havendo mais um vencedor geral. Assim, Victor Miranda e Mateus Rouver foram os donos do lugar mais alto dos pódios no Velopark.

A próxima etapa da Fórmula Júnior, a quarta da temporada, será disputada entre os dias 28 e 30 de junho, em Tarumã.

Confira o resultado da 1ª bateria:
1 Victor Miranda (SP) – 14 voltas – 20:40.030
2 Victor Matzenbacker (RS) – a 1.264
3 Mateus Rouver (SE) – a 3.330
4 Lucas Alves (RS) – a 4.566
5 Rafael Smaniotto (PR) – a 7.044
6 Bruna Tomaselli (SC) – a 7.564
7 Gustavo Bandeira (DF) – a 11.060
8 Lucas Balbuena (PY) – a 12.984
9 Rodrigo Elger (PR) – a 21.804
10 Bruno Lopez (PR) – a 34.175
11 Lucas Fernandes (MG) – a 1:06.043
12 Vitor Fernandes (MG) – a 1 volta
13 Franco Pasquale (RS) – a 2 voltas
14 Gabriel Robe (RS) – a 5 voltas

Confira o resultado da 2ª bateria:
1 Mateus Rouver (SE) – 12 voltas – 17:09.319
2 Lucas Alves (RS) – a .791
3 Gustavo Bandeira (DF) – a 1.405
4 Rodrigo Elger (PR) – a 2.382
5 Victor Miranda (SP) – a 2.759
6 Victor Matzenbacker (RS) – a 2.870
7 Gabriel Robe (RS) – a 3.575
8 Franco Pasquale (RS) – a 5.890
9 Bruno Lopez (PR) – a 18.305
10 Bruna Tomaselli (SC) – a 21.624
11 Lucas Fernandes (MG) – a 45.297
12 Lucas Balbuena (PY) – a 47.529
13 Vitor Fernandes (MG) – a 3 voltas
14 Rafael Smaniotto (PR) – a 6 voltas

E veja como ficou a classificação do campeonato após a disputa de três etapas duplas(extra-oficial):
1 Victor Matzenbacker (RS) – 96 pontos
2 Mateus Rouver (SE) – 65
3 Lucas Alves (RS) – 50
4 Gustavo Bandeira (DF) – 46
5 Bruna Tomaselli (SC) – 45
6 Victor Miranda (SP) – 40
7 Gabriel Robe (RS) – 39
8 Rodrigo Elger (PR) – 36
9 Rafael Smaniotto (PR) – 20
10 Bruno Lopez (PR) – 18
11 Vitor Fernandes (MG) – 10
12 Lucas Fernandes (MG) – 8
Lucas Balbuena (PY) – 8
14 Franco Pasquale (RS) – 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *