FRenault: Felipe Ferreira completa 18 anos e comenta calendário

No ano em que a Fórmula Renault Brasil passa por uma grande renovação de talentos, os pilotos da categoria serão brindados com provas em sete Estados diferentes, aumentando a sua bagagem de experiência em pistas diversas, e presenteando os seus patrocinadores com exposição para público e mídia de diversos mercados consumidores importantes.

“Gostei da reformulação do calendário que fizeram após a primeira etapa. Vou aprender muitas pistas, que servirão de base para o prosseguimento de minha carreira no automobilismo”, elogia o paulista Felipe Ferreira (WebMotors/CVC/Hip Telecom/Puma), estreante no automobilismo. A segunda rodada dupla do Campeonato Brasileiro de Fórmula Renault será realizada nos dias 13 e14 de maio, em Campo Grande (MS).

Com apenas um ano de kartismo, onde assegurou os títulos de Campeão da Copa Petrobras Sorriso Campeão, Vice-campeão Paulista light e Vice-campeão Paranaense, Felipe Ferreira ousou estrear na Fórmula Renault em 2006, para acelerar o seu aprendizado, já que começou tarde no esporte. Comparando com os padrões brasileiros no automobilismo, quando os meninos começam no kart aos sete anos de idade e aos 16 anos já estão correndo de carro, Felipe ainda tem muito que aprender. “Estou fazendo 18 anos de idade hoje (28 de abril), e só fiz umas 30 corridas de kart e uma de carro. A maioria dos meus concorrentes já tem muito mais experiência no kartismo e até correndo de Fórmula São Paulo ou mesmo na Renault. Por isso, eu preciso tirar este atraso me aplicando nos treinos e provas que farei neste ano”, planeja o piloto da WebMotors/CVC/Hip Telecom/Puma, que ocupa a décima posição no Campeonato Brasileiro.

A prova de Campo Grande, marcada como segunda rodada do certame, é motivo de comemoração para Felipe Ferreira. “Tenho bons amigos lá, e a pista é bastante desafiadora, pois ela é rápida”, assegura o piloto. “As curvas do miolo de cima são lentas, mas as curvas 2 e 3 são muito boas, tem que ser feitas de pé embaixo. Lá vai ser importante largar na frente, para não se envolver em batidas. A pista é estreita e só tem duas freadas fortes onde dá para ultrapassar. Senão, tem que esperar o piloto da frente errar para passar”, explica Felipe. “O engraçado é que lá em Campo Grande vou poder andar em alta velocidade na pista, mas vou ter que andar de carona nas ruas, pois ainda não estarei com licença para motorista. Não vou ter tempo para providenciar até lá”, ri Felipe Ferreira.

O calendário da Fórmula Renault a partir da segunda etapa é:
14/05 – Campo Grande
04/06 – Brasília
16/07 – Rio de Janeiro ou Tarumã
20/08 – Salvador
10/09 – Vitória
22/10 – São Paulo (GP F1)
26/11 – São Paulo

Os dez primeiros no Campeonato Brasileiro de Fórmula Renault são:
1) Felipe Lapenna (SP), 54 pontos
2) Vinicius Quadros (RS), 32
3) Willian Starostik (PR), 30
4) Cláudio Cantelli Jr (PR), 29
5) Mário Romancini (SP), 24
6) Douglas Soares (SP), 20
7) Sérgio Alves (RJ), 20
8) Dudu Santos (RJ), 16
9) Bruno Barbosa (DF), 14
10) Felipe Ferreira (SP), 10.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *