FRenault: Felipe Lapenna pode ser campeão em Vitória

Um campeonato decidido com três corridas de

antecedência seria o novo recorde da categoria.



A campanha de Felipe Lapenna é a melhor dos cinco anos de história da Fórmula Renault Brasileira. Foram quatro vitórias, quatro segundos lugares e apenas uma corrida fora do pódio, em sexto lugar. O resultado não poderia ser diferente. O piloto chega à décima etapa da temporada, que será disputada no domingo (10), em Vitória (ES), com chances de ser campeão antecipadamente. Para tanto, precisa contar com a sorte, vencer a prova e torcer para o vice-líder, Douglas Soares, não pontuar. A possibilidade existe, mas ele prefere nem pensar nela. O objetivo em Vitória é o mesmo das corridas anteriores.


 


“Eu não tenho pressa. Sei que construímos uma boa vantagem na tabela de classificação, mas vou para a corrida apenas com a meta de chegar entre os três primeiros, seguindo a mesma idéia das etapas anteriores. As chances de decidir o título em Vitória são pequenas”, reconhece, com razão. Se a conquista vier, será a mais precoce da história. Um campeonato nunca foi decidido com três corridas de antecipação. “Estou numa situação muito boa, mas é preciso lembrar que a próxima etapa é num circuito de rua, que sempre traz surpresas”, analisa Felipe Lapenna.


 


Ele mesmo não é um fã do traçado. “Não está entre os meus favoritos. Nunca consegui me dar bem aqui e no ano passado nem participei da corrida, porque sofri um mal-estar antes mesmo de entrar na pista”, lembra. “De qualquer forma, é um histórico que eu quero superar no fim de semana, com um pódio”, revela. Ele tem 228 pontos no campeonato. Douglas Soares, o adversário mais próximo, soma 162. Vinícius Quadros, com 143, alimenta chances matemáticas. A corrida será no domingo, às 13h00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *