FRenault: Felipe Lapenna vence mais uma e dispara no campeonato

Felipe Lapenna deu neste sábado um importante passo rumo à conquista de seu primeiro título na Fórmula Renault Brasil ao vencer, praticamente de ponta a ponta, a quinta etapa da temporada.

A prova foi realizada no Autódromo Nelson Piquet, em Brasília, e abriu em grande estilo a rodada dupla neste fim de semana para a categoria. Cheia de trocas de posição, a corrida foi a melhor da temporada e teve como destaque a perseguição da dupla da Dragão Motorsport, Cláudio Cantelli e Eduardo Santos, ao líder nas últimas voltas.

“Nós três estávamos em um ritmo muito parecido e acho que seria difícil trocarmos de posição naquele momento sem que um de nós errasse”, disse Eduardo, que em seu ano de estréia conquistou seu melhor resultado na Fórmula Renault.

Destaque da rodada dupla de abertura da competição, Eduardo Santos havia ficado de fora das corridas de Campo Grande por falta de patrocínio. Poucos dias antes das etapas de Brasília, no entanto, ele anunciou o apoio da Spirit, empresa premiada internacionalmente pelo design inovador de sua linha de produtos, que engloba ventiladores de teto, guarda-sóis, raquetes de frescobol e controles remoto.

“Confirmei que correria aos 48 minutos do segundo tempo, e consegui marcar o meu golzinho hoje”, comemorou o piloto, já em ritmo de Copa do Mundo. “Meu carro estava sem revisão desde a etapa de Curitiba, tanto que nos treinos tive muitos problemas e só consegui andar mesmo nas tomadas de classificação e na corrida. Devo grande parcela desse resultado a minha equipe a também a Spirit, que permitiu que eu estivesse aqui hoje”.

Com esse resultado, Eduardo Santos subiu para a oitava posição na tabela e, mesmo tendo ficado de fora de duas das cinco corridas já disputadas, acredita que possa lutar pelas cinco primeiras posições no campeonato. “Confio muito no trabalho da minha equipe, a Dragão Motorsport, que deu a mim e ao Cantelli um carro muito rápido e constante, tanto que conseguimos manter um ritmo forte e até pressionar o Lapenna nas últimas voltas”, lembrou.

Para a corrida de amanhã, Eduardo larga na sexta posição e vai adotar uma estratégia parecida com a da corrida de hoje. “Larguei em 11º e fiz uma corrida agressiva, mas arrisquei somente nos momentos em que senti que poderia ganhar posições sem causar nenhum acidente. Foi muito bom ter chegado a esse resultado e isso me dá ainda mais motivação para amanhã”, finalizou.

Corrida – Fórmula Renault – 5ª etapa:
1º) Felipe Lapenna (SP), 18 voltas em 39:16.818 (média de 150.53 km/h)
2º) Claudio Cantelli Jr (PR), a 0.630
3º) Eduardo Santos (RJ), a 1.600
4º) Cairo Campos (GO), a 8.631
5º) Vinicius Quadros (RS), a 9.356
6º) Bruno Barbosa (DF), a 9.643
7º) Douglas Soares (SP), a 11.129
8º) Sérgio Alves (RJ), a 18.288
9º) Rodolpho Santos ( ), a 26.350
10º) Rick Rosin (SC), a 33.014
11º) Carlos Campedelli (SP), a 33.919
12º) Marconi Abreu (SP), a 1:34.148
13º) Rodrigo Barbosa (SP), a 4 voltas
14º) Mario Romancini (SP), a 4 voltas
15º) Felipe Ferreira (SP), a 5 voltas
16º) Galid Osman Duda (PR), a 8 voltas
17º) André Gouvea (SP), a 9 voltas
18º) Ernesto Otero (RJ), a 12 voltas
–º) André Gouvea (SP), a 18 voltas

Melhor Volta: Claudio Cantelli Jr, 1:57.441

Fonte: CRONOMAP Timing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *