GP de Siracusa, 1967, o GP que terminou empatado

Pode ser uma imagem de ao ar livre

A edição de 1967 foi o último do GP de Siracusa, prova extracampeonato disputada em 56 voltas pelo no circuito de 5,598 km.

Com um pequeno grid, de apenas sete carros, a prova terminou com as Ferrari 312 do britânico Mike Parkes (#28) e do italiano Ludovico Scarfiotti 9#16, recebendo a bandeirada quadriculada lado a lado, e tecnicamente empatadas, com o tempo de 1h40m58s4. Foi uma forma de homenagear o italiano Lorenzo Bandini, falecido duas semanas antes, no GP de Mônaco.

O terceiro colocado, o suíço Jo Siffert, com um Cooper T81 da Rob Walker Racing Team, foi o terceiro, com duas voltas de atraso.

XVI Grande Premio de Siracusa
21 Maio 1967 – Syracuse: 313.475 km (5.598 km x 56 voltas)

1 28 Mike Parkes Ferrari 312 1h40m58.4, 183.04 kph
= 16 Ludovico Scarfiotti Ferrari 312 1h40m58.4
3 20 Jo Siffert Cooper-Maserati T81 54 voltas
4 14 Chris Irwin Lotus-BRM 25 53 voltas
5 6 Jo Bonnier Cooper-Maserati T81 53 voltas
Ab 22 Mike Spence BRM P261 23 voltas
Ab 10 Silvio Moser Cooper-ATS 12 voltas

Volta mais rápida: Ludovico Scarfiotti (Ferrari 312), 1:41.0, 196.06 kph

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *