GP2 Asiática: Bruno Senna faz o 2º melhor tempo nos testes em Dubai

Brasileiro é um dos favoritos à pole na abertura da GP2 Ásia.

Bruno Senna, da iSport International, fechou o quarto e último dia de treinos livres para a rodada dupla de abertura da Fórmula GP2 Ásia com a segunda melhor volta desta quarta-feira no Autódromo de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O melhor tempo geral dos testes ficou em poder do francês Romain Grosjean (ART GP), que cravou 1min21s482 na tarde de hoje e superou por apenas 32 centésimos de segundo a marca estabelecida por Bruno pela manhã.


Embora satisfeito com a evolução do carro, Bruno disse que poderia ter baixado a marca de Grosjean. “Era minha última volta e eu vinha quase três décimos mais rápido que ele. Mas peguei pela frente um dos inúmeros carros mais lentos que estavam fazendo uma simulação de corrida. De qualquer forma, ser primeiro ou segundo vale a mesma coisa num treino destes. O que importa mesmo é a disputa pela pole”, lembrou.


Os 26 pilotos folgam amanhã e voltam à pista na sexta-feira para uma sessão de ensaios livres de 30 minutos e a tomada classificatória com a mesma duração que determinará a ordem de largada da corrida 1, com 42 voltas de duração e largada na parte da tarde. Como a maioria do grid será composta por estreantes ou pilotos asiáticos com pouca experiência, os organizadores reduziram a potência dos motores Renault-Mecachrome de 600 para 500 cavalos. “O carro está mais lento, mais chocho, parece um Fórmula 3. Mas o objetivo é esse mesmo, facilitar a vida de quem está chegando agora”, explicou Bruno, oitavo colocado na Fórmula GP2 internacional em 2007.


Bruno disse que os treinos em Dubai foram proveitosos tanto na busca pelo melhor acerto do carro quanto para projetar as chances de cada um. “Aprendemos bastante, porque este circuito tem muitas peculiaridades em relação às regulagens. Além disso, pudemos comparar nossos resultados com os prováveis adversários. Os testes mostraram que a ART GP continua forte e deve ser a principal rival da iSport. Grosjean veio bem, mas hoje deu uma bela pancada à tarde e destruiu a suspensão dianteira. Deve diminuir um pouco o ímpeto”, brincou Bruno.


A Fórmula GP2 Ásia foi criada para dar aproveitamento aos inúmeros autódromos construídos em anos recentes na Ásia durante o inverno no hemisfério norte, bem como oferecer aos jovens pilotos da região e do Oriente Médio o contato inicial com a categoria que vem cumprindo a missão de processar a renovação de nomes na Fórmula 1. Além da rodada dupla de sexta e sábado em Dubai, o calendário de 10 etapas prevê corridas na Indonésia, Malásia, Bahrein e o fechamento novamente nos Emirados Árabes Unidos em abril.


Os 16 melhores desta quarta-feira em Dubai:


1 – Romain Grosjean (França), ART Grand Prix, 1min21s482
2 – Bruno Senna (Brasil), iSport International, 1min21s5213 – Jérôme d’Ambrosio (Bélgica), DAMS, 1min21s622
4 – Marco Bonanomi (Itália), Piquet Sports, 1min21s779
5 – Sébastien Buemi (Suiça), Arden International, 1min21s967
6 – Andy Soucek (Espanha), DPR, 1min21s967
7 – Luca Filippi (Itália), Qi- Meritus Mahara, 1min21s995
8 – Hiroki Yoshimoto (Japão), Qi- Meritus Mahara, 1min22s050
9 – Davide Valsecchi (Itália), Durango, 1min22s064
10 – Vitaly Petrov (Rússia), Campos GP, 1min22s185
11 – Adrian Valles (Espanha), FMS International, 1min22s192
12 – Karun Chandhok (Índia), iSport International, 1min22s352
13 – Fairuz Fauzy (Malásia), Super Nova Racing, 1min22s406
14 – Kamui Kobayashi (Japão), DAMS, 1min22s638
15 – Diego Nunes (Brasil), Campos GP, 1min22s676
16 – Alberto Valério (Brasil), Durango, 1min22s716

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *