GP2 Asiática: Bruno Senna termina em 4º na temporada

Saindo em último, brasileiro se despede da série em 13º em Dubai.

Com as chances de um bom resultado comprometidas desde a véspera, quando foi desclassificado por causa de um equívoco da equipe durante o pit stop obrigatório, Bruno Senna terminou em 13º na 10ª e última etapa da Fórmula GP2 Ásia, disputada neste sábado em Dubai (Emirados Árabes Unidos). Com os resultados de hoje, Bruno ficou em 4º na classificação geral, ao lado do malaio Fairuz Faizy e do japonês Kamui Kobayashi. O campeão antecipado foi o francês Romain Grosjean, enquanto o italiano Marco Bonanomi conquistou hoje sua primeira vitória na categoria.


Bruno foi obrigado a fechar o grid na 26ª colocação depois que os mecânicos trocaram apenas um pneu em sua parada nos boxes na véspera, no momento em que liderava com ampla vantagem sobre o segundo colocado e parecia a caminho de uma vitória tranqüila – que seria a sua primeira em 2008. O regulamento da Fórmula GP2 determina que dois pneus devam ser trocados na prova que abre as rodadas duplas. Hoje, sua tentativa de reação foi travada pela menor duração da corrida – 45 minutos, quinze a menos que a nona etapa – e pela posição de largada.


“Saí muito bem e ganhei nove posições na volta inicial. O problema foi no momento em que estava ultrapassando Roldán Rodríguez. Ele me fechou e acabei saindo da pista. Consegui voltar, mas ficou ainda mais difícil chegar perto da zona de pontos”, explicou Bruno, que permaneceu com os mesmos 23. “Agora, o negócio é esquecer um campeonato onde não levei muita sorte e pensar na série principal.”


Na próxima semana, Bruno passará por um programa de cinco dias de treinamento físico nas proximidades de Grenoble, nos Alpes franceses. “O objetivo é melhorar a capacidade cárdio-respiratória”, explicou Bruno, dono de um dos melhores condicionamentos físicos entre os pilotos da Fórmula GP2. Seu índice de gordura corporal é de apenas 9%.


O resultado da prova foi este:


1) Marco Bonanomi (Itália), Piquet Sports, em 45min08s527
2) Sebastien Buemi (Suíça), Trust Team Arden, a 0s516
3) Jerome D Ambrosio (Bélgica), DAMS, a 5s361
4) Davide Valsecchi (Itália), Durango, a 8s445
5) Ho-Pin Tung (China), Trident Racing, a 11s905
6) Yelmer Buurman (Holanda), Trust Team Arden, a 12s550
7) Fairuz Fauzy (Malásia), Super Nova Racing, a 12s836
8) Harold Schlegelmilch (Letônia), Trident Racing, a 14s306
9) Jason Tahinci (Turquia), BCN Competicion, a 15s948
10) Christian Bakkerud (Dinamarca), Super Nova Racing, a 16s474
11) Adrian Valles, (Espanha) FMS International, a 16s934
12) Bruno Senna (Brasil), iSport International, a 17s214
13) Diego Nunes (Brasil), DPR a 18s895
14) Hiroki Yoshimoto (Japão), Qi-MeritussMahara, a 22s225
15) Kamui Kobayashi (Japão), DAMS, a 26s212
16) Alberto Valério (Brasil), Durango, a 1 volta


Volta mais rápida: Kamui Kobayashi, em 1min41s220.


A classificação final do campeonato: 1.Grosjean 61; 2.Buemi 37; 3.Petrov 33; 4. Senna, Fauzy, Kobayashi 23; 7.Valles 19; 8.Valsecchi 17; 9.Yoshimoto 13; 10.D Ambrosio, Buurman 12; 12.Bonanomi 9; 13.Chandhok 7; 14.Soucek, Hanley, Pavlovic 6; 17.Filippi 4; 18.Tung, Schlegelmilch 3; 20.Valério, Nunes 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *