GP2 Asiática: Diego Nunes e Vitaly Petrov vencem na Malásia

O brasileiro Diego Nunes (foto), da Piquet GP e o russo Vitaly Petrov, da Barwa Int. Campos Team, foram os vencedores da rodada dupla em Sepang, na Malásia, penúltima etapa da temporada 2008/2009.

No sábado (04/04), Nunes venceu pela primeira vez na categoria, com o líder da temporada, o japonês Kamui Kobayhashi, da Dams, em 2º e o inglês James Jakes, da Super Nova, completando o pódio.

Durante a volta de apresentação o pole-position, o belga Jerome D’Ambrosio, da Dams, retornou para os pits, abandonando a prova. Na largada Nunes assumiu a liderança, começando a abrir vantagem para o restante do pelotão.

Com o início dos pit stops obrigatórios, as primeiras posições se alteraram. Nunes parou na 13ª volta, com tempo bastante para voltar à pista em primeiro. Contudo o brasileiro teve que esperar até cinco voltas para reassumir a primeira posição, quando Hamad Al Fardan, da iSport, fez a sua parada.

Com o motor quebrado, o brasileiro Luiz Razia, da Arden, abandonou na 10ª volta. O italiano David Valsecchi, da Durango, vice-líder do campeonato, terminou em 8º, garantindo a pole-position para a segunda prova.

Nesse domingo (05/04), Petrov venceu a segunda prova da etapa. O venezuelano Pastor Maldonado, da ART e o pole, Valsecchi, completaram o pódio.

A forte chuva, que caiu no circuito antes da formação do grid, forçou a organização a adiar a largada em trinta minutos. Coma a bandeira verde Valsecchi manteve a liderança, seguido por Maldonado. Na 5ª volta, o venezuelano assumiu a liderança, ao superar Valsecchi na curva dois. Petrov aproveitou a escorregada do piloto da Durango, para ganhar a segunda posição.

Cinco voltas depois Petrov pressionou Maldonado, conquistando a liderança na última curva. Com a pista secando, o russo levou seu carro para a vitória ao final das 20 voltas.

Nunes terminou em 4º, garantindo mais três pontos na tabela. Razia abandonou na 10ª volta.

Kobayhashi terminou em 7º e fora da zona de pontuação, que na corrida curta vai até a sexta posição. Ele manteve os 47 pontos na tabela, treze a mais do que Valsecchi, o vice-líder.

Final, prova 1:

1 – Diego Nunes – Piquet GP – 1.00’46″668
2 – Kamui Kobayashi – Dams – 8″361
3 – James Jakes – Super Nova – 9″150
4 – Roldand Rodriguez – Piquet GP – 13″874
5 – Yelmer Buurman – Ocean – 16″805
6 – Vitaly Petrov – Barwa Addax – 41″457
7 – Pastor Maldonado – ART – 42″007
8 – Davide Valsecchi – Durango – 42″381
9 – Hamad Al Fardan – iSport – 51″152
10 – Rodolfo Gonzalez – FMSI – 53″240
11 – Alvaro Parente – Meritus – 54″435
12 – Sakon Yamamoto – ART – 59″958
13 – Michael Herck – DPR – 1’01″473
14 – Giedo Van der Garde – iSport – 1’02″518
15 – Fabrizio Crestani – Ocean – 1’11″958
16 – Giacomo Ricci – DPR – 1’34″318
17 – Ricardo Teixeira – Trident – 1’50″428
18 – Michael Dalle Stelle – Durango – 1’51″455
19 – Javier Villa – Super Nova – 1 volta
20 – Kevin Nai Chia Chen – FMSI – 1 volta

Volta mais rápida: Javier Villa 1’48″208

Abandonos:

Marco Bonanomi – 16 voltas
Sergio Perez – 14 voltas
Luiz Razia – 10 voltas
Edoardo Mortara – 0 volta

Não largou:

Jerome D’Ambrosio
Davide Rigon

Final, prova 2:

1 – Vitaly Petrov – Barwa Addax – 20 voltas em 45:41.349
2 – Pastor Maldonado – ART – 2.914
3 – Davide Valsecchi – Durango – 4.339
4 – Diego Nunes – Piquet GP – 6.356
5 – Hamad Al Fardan – iSport – 21.539
6 – Sergio Perez – Barwa Addax – 24.489
7 – Kamui Kobayashi – Dams – 24.552
8 – Rodolfo Gonzalez – FMSI – 26.108
9 – Alvaro Parente – Meritus – 26.956
10 – Giedo Van Der Garde – iSport – 35.725
11 – Yelmer Buurman – Ocean – 37.306
12 – Roldan Rodriguez – Piquet GP – 37.683
13 – Davide Rigon – Trident – 44.390
14 – Marco Bonanomi – Meritus – 46.358
15 – Giacomo Ricci – DPR – 47.818
16 – Fabrizio Crestani – Ocean – 48.476
17 – Edoardo Mortara – Arden – 48.640
18 – Javier Villa – Super Nova – 1:09.849
19 – Ricardo Teixeira – Trident – 1:21.557
20 – Michael Dalle Stelle – Durango – 1:56.537

Abandonos:

Jerome D’Ambrosio – 15 voltas
Sakon Yamamoto – 15 voltas
Michael Herck – 10 voltas
Luiz Razia – 10 voltas
Kai Nai Chia Chen – 6 voltas
James Jakes – 5 voltas

Campeonato:

1. Kobayashi 47; 2. Valsecchi 34; 3. Vitaly Petrov 28; 4. Hulkenberg e Rodriguez 27; 6. Perez 26; 7. D’Ambrosio 23; 8. Nunes 13; 9. Villa 12; 10. Mortara 11; 11. Bamber 8; 12. Maldonado , Yamamoto, Jakes, Van Der Garde 7; 16. Van Der Drift 5; 17. Buurman 4; 18. Al Fardan e Razia 2; 20. Parente 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *