GP2 Asiática: Luiz Razia vence pela primeira vez

O brasileiro Luiz Razia, da Arden, venceu no domingo (26/04), a última prova da temporada, em Sakhir, no Bahrein. O belga Jerome D’Ambrosio, da Dams, terminou em 2º, seguido pelo italiano David Rigon, da Trident.

Saindo da pole-position, Razia fez uma perfeita largada. Logo na primeira volta o Safety-Car foi acionado, depois de dois acidentes, que envolveu cinco carros. Lutando pelo vice-campeonato, o espanhol Roldán Rodriguez, da  Piquet GP, e o italiano David Valsecchi, da Durango , se tocaram, com o indiano Karun Chandhok, da Ocean, e o venezuelano Pastor Maldonado, da ART, também se enroscando, levando também o mexicano Rodolfo González, da FMSI.

Com a pista limpa, a relargada aconteceu com Razia mantendo a frente, seguido por Rigon. Visando o vice-campeonato D’Ambrosio superou o japonês e ex-F1, Sakon Yamamoto, da ART, passando a pressionar Rigon. Tendo que preservar os pneus, o belga esperou até a última volta para fazer a manobra sobre Rigon.

Razia venceu com tranquilos onze segundos de vantagem sobre D’Ambrosio. Rigon foi terceiro. Yamamoto chegou em 4º, seguido pelo campeão, o japonês Kamui Kobayashi, da Dams. Depois de um pequeno erro na relargada, que custou duas posições, o brasileiro Diego Nunes, da Piquet GP, vencedor da prova de sábado, fechou os seis primeiros.

O campeão Kobayashi terminou a temporada com 56 pontos, vinte a mais do que o vice, D’Ambrosio.

Entre as equipes a Dams sagrou-se campeã, seguida pela Piquet GP e a Barwa International Campos Team. Campeã no ano passado, a ART foi 4ª. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *