GP2 Asiática: Problema mecânico tira Razia dos “Top 6” no Bahrein

Piloto brasileiro fazia boa classificação até ter problema no cilindro de freio em sua melhor volta lançada, já com o segundo jogo de pneus novos a que teve direito. Pole ficou com alemão Nico Hülkenberg.

O dia começou promissor, mas terminou com uma pitada de desilusão para o piloto brasileiro Luiz Razia. No treino oficial que marcou a volta à ativa da GP2 Asia, realizado nesta quinta-feira (22) no autódromo de Sakhir, no Bahrein, Razia esteve a poucas curvas de recomeçar a temporada largando entre os Top 6 da categoria. Mas enfrentou um problema de freio que o fez perder sua última (e melhor) volta lançada pelo circuito.

 

“Estava entre os dez primeiros quando parei para colocar meu segundo jogo de pneus, que permitiu a praticamente todos os pilotos do grid uma melhora de cerca de um segundo no tempo de volta”, disse Razia. “Na minha volta lançada após sair dos boxes, a telemetria acusou que eu já estava oito décimos mais rápido quando tive o problema no cilindro do freio, e isso me impediu de fechar o dia entre os seis primeiros”, explicou.

 

Além de não ter tido a chance de fechar uma boa volta, o piloto brasileiro não teve como aproveitar o segundo jogo de pneus novos a que os pilotos da categoria tiveram direito, e fechou a sessão na 18ª posição. Em virtude disso, parte nesta sexta-feira para mais uma corrida de recuperação, assim como já havia ocorrido na etapa de Dubai.

 

“A corrida de amanhã servirá para que eu busque uma boa posição de largada na prova de domingo”, disse Razia, lembrando que o grid de largada para a segunda corrida da rodada dupla seguirá a mesma ordem de chegada da prova de amanhã, mas com os oito melhores colocados partindo em posições invertidas.

 

O bom desempenho do carro na sessão livre desta manhã, e principalmente a melhora obtida para o treino classificatório, deixam Razia confiante para a corrida de sexta – a mais longa do fim de semana. “Tive um bom carro nesta quinta-feira, e isso me deixa confiante. Eu certamente estaria largando entre os seis primeiros se não tivesse enfrentado este problema no cilindro do freio, mas para amanhã já estará tudo resolvido e espero recuperar posições”, encerrou o brasileiro.

 

A pole position para a terceira rodada dupla da Fórmula GP2 Asia ficou com o alemão Nico Hülkenberg. O japonês Kamui Kobayashi, que lidera o campeonato, vai largar em terceiro. Roldan Rodrigues, vice-líder da competição, sai em quinto. O paulista Diego Nunes – ao lado de Razia o único dos quatro brasileiros que iniciaram o campeonato que ainda se mantém na competição –, fechou a classificação em 12º.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *