GP2 Asiática: Quebra de motor tira Razia da disputa na décima volta

Piloto baiano, que completou 20 anos de idade neste sábado, abandonou depois de perder rendimento logo nas primeiras voltas. Resultado prejudica todo o fim de semana do brasileiro, que vai largar em 23º na corrida deste domingo.

A primeira corrida da GP2 Ásia em Kuala Lampur, na Malásia, durou apenas dez voltas para o piloto brasileiro Luiz Razia, da equipe Arden. Largando na metade do grid, Razia tinha boas chances de pontuar neste sábado e de melhorar sua posição de largada para a corrida de domingo. Mas começou a ter problemas logo na primeira volta e abandonou, na décima passagem, com o motor estourado.

 

O brasileiro foi uma das cinco vítimas desse tipo de problema, que afetou, também, o pole position Jérôme d’Ambrosio e pode ter sido potencializado pelo forte calor registrado na Malásia. Razia, que completou 20 anos de idade neste sábado, e admitiu estar frustrado com o resultado.

 

“Eu poderia ter feito uma corrida bem melhor, porque tinha me adaptado rapidamente ao circuito e nosso carro estava bom. Só o que me resta agora é partir para uma prova de recuperação, como fiz em Xangai. Só que, largando em 23º, fica mais difícil chegar aos pontos, ainda mais na corrida de domingo, que é mais curta. De qualquer maneira, vou me esforçar ao máximo para fechar essa etapa com um resultado positivo”, falou o aniversariante.

 

A prova deste sábado da GP2 Asia marcou a primeira vitória de um brasileiro na GP2 em 2009. Diego Nunes, que já havia competido na categoria no ano passado, chegou ao alto do pódio após as 33 voltas da prova. Kamui Kobayashi, em segundo, e James Jakes, em terceiro, completaram o pódio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *