GP2: Razia volta ao palco de primeira vitória

Em sua “segunda casa”, baiano busca se espelhar em conquista para encerrar a fase europeia da divisão de acesso à F-1 em alta

Inspiração é o que não vai faltar para Luiz Razia neste fim de semana, quando acontece a penúltima rodada da temporada 2010 da GP2, que se despede da Europa correndo em Monza, templo do automobilismo mundial. Foi na mítica pista localizada na Itália que o baiano, atual piloto reserva e de testes da equipe Virgin, venceu pela primeira vez na divisão de acesso à Fórmula 1.

O feito aconteceu na segunda corrida do fim de semana. Largando da pole position, o baiano liderou de ponta-a-ponta, suportando a pressão do hoje companheiro de equipe na Virgin, o também brasileiro Lucas di Grassi. E o resultado ganhou mais importância pelo fato de Razia quase ter ficado sem a vaga. “A Coloni, minha equipe na época, passou por maus bocados na corrida anterior, quando uma ação judicial confiscou seus carros e não pudemos correr. Sair de uma situação destas para a vitória, já na corrida seguinte, foi algo surpreendente. É algo que não vou esquecer tão cedo.”

Outro ponto que motiva Razia é o fato de a Itália ser sua “primeira casa” no Velho Continente. Foi na terra da ópera, de Galileu Galilei e Leonardo da Vinci que o baiano deu seus primeiros passos no esporte a motor internacional, competindo pela F-3000 europeia e morando na pequena cidade de Como. Atualmente, o baiano mora em Bicester, na Inglaterra, por causa da proximidade com a fábrica da Virgin, onde realiza testes constantes no simulador.

“A Itália é muito especial para mim, pois morei por aqui bastante tempo desde que cheguei na Europa”, conta o piloto de 21 anos. “É uma das minhas tantas casas pelo mundo, digamos assim, pois gosto muito de diferentes paises. E, pelo fato de ter sido minha primeira vitoria e ser um templo do automobilismo, Monza também é bastante especial para mim.”

“Conheço bem a pista, as pessoas e o ambiente, mas isso não me traz nenhuma vantagem”, continua Razia, que busca um bom resultado na Itália para enterrar a má fase vivida no meio da temporada. “Tenho a necessidade de dar a volta por cima, fazer muitos pontos e subir na tabela do campeonato [o piloto ocupa a décima posição]. Apesar de não brigar mais pelo título, é importante para mim conseguir vitórias neste ano”, completou.

As atividades em Monza têm início na sexta-feira, com uma sessão livre, às 6h55 (de Brasília), seguida pela classificação, às 10h55. A primeira prova é no sábado, às 10h40, com a corrida complementar acontecendo às 5h35 do domingo. A corrida deste fim de semana pode sacramentar o venezuelano Pastor Maldonado como campeão antecipado. O canal pago SporTV transmite as duas disputas ao vivo.

Luiz Razia e a Casa Filadélfia
Desde a última rodada dupla da GP2, na Hungria, Luiz Razia corre com a logomarca da Casa de Assistência Filadélfia (CAF) em seu carro. Nascida em 1988, a entidade trabalha pela dignidade e inclusão social de crianças, adolescentes e famílias que vivem e convivem com HIV/AIDS e em situação de vulnerabilidade social, contribuindo para a vida participativa em comunidade. Luiz Razia é um dos parceiros do CAF. Para conhecer mais sobre a Casa e seus projetos, acesse www.caf.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *