GP2 Series: Antonio Pizzonia quer repetir em Barcelona o ótimo desempenho da pré-temporada

Brasileiro marcou o melhor tempo em um dos dias de teste coletivo no Circuito da Catalunha, e agora conta com retorno de experiente engenheiro.

 


Desta vez chegando a uma pista que conhece bem e até liderou um dia de teste durante a pré-temporada, o brasileiro Antonio Pizzonia se mostra confiante em um bom resultado neste final de semana (12 e 13/05), quando disputará a terceira e quarta etapas da Fórmula GP2, no Circuito da Catalunha (Espanha), o mesmo que receberá a Fórmula 1 nestas datas. “Vamos tentar repetir o que desenvolvemos nos primeiros meses do ano, já que fizemos o melhor tempo em Barcelona em uma ocasião e mostramos competitividade”, avaliou o piloto da equipe FMS. A primeira corrida, de maior duração, será no sábado (12) às 11horas (horário de Brasília), enquanto a segunda e mais curta será a partir das 5 horas do domingo (13).


 


Após o desastre da primeira etapa da competição no Bahrein, onde Pizzonia teve a disposição um engenheiro novato demais para uma equipe da GP2, e saiu sem qualquer ponto, foi realizada na Itália uma reunião geral com a equipe Fisichella Motor Sports (FMS), de propriedade do piloto de Fórmula 1 pela Renault, Giancarlo Fisichella. “Foi uma reunião com um clima tenso, mas que serviu para colocarmos tudo na mesa, mudarmos algumas coisas e decidirmos pontos decisivos”, declarou o amazonense.


 


Como principal resultado positivo, o piloto que foi um dos destaques na pré-temporada voltará a contar com o engenheiro que esteve ao seu lado durante o início deste período, o experiente italiano Ferdinando Ravarotto, que ainda fala português fluentemente, por ter trabalhado com muitos pilotos brasileiros, entre eles Nelson Piquet e Roberto Moreno. “O retorno deste experiente engenheiro será um grande passo para facilitar os trabalhos durante o final de semana, quando é preciso lucidez e rapidez nas decisões e agilidade nas mudança de acertos para não perdermos tempo”, ressaltou o piloto, que já teve experiências na Fórmula 1 pelas equipes Jaguar e Williams.


 


Com a nova chicane instalada entre as duas últimas curvas do traçado anterior, pilotos de 13 equipes diferentes realizaram testes durante o mês de março na pista de Montmelo e puderam ter uma rápida noção da mudança, com divergentes pontos de vista. Pizzonia, já com grande experiência nas categorias de monopostos, assimilou rapidamente a alteração e fez o melhor tempo do dia 08 de março. Apesar de gostar do circuito, Antonio não achou tão interessante a alteração do trajeto. “As duas curvas finais eram desafiadoras. Na Fórmula 1, realmente elas impossibilitavam uma aproximação para ultrapassar, mas na GP2, sem tanta eficiência aerodinâmica, o piloto fazia a diferença. Do jeito que ficou está fácil para qualquer um”, comentou o manauara de 26 anos de idade.


 


Confira a programação (Horários de Brasília) para a rodada dupla de Barcelona:


 


Sexta-feira (11/05):


07h00 às 07h30 – Treino livre


11h00 às 11h30 – Treino classificatório


 


Sábado (12/05):


11h00 – 1ª corrida (39 voltas)


 


Domingo (13/05):


05h00 – 2ª corrida (26 voltas)


 


A classificação geral da GP2 após as etapas do Bahrein é a seguinte:


 


1. Luca Filippi (ITA/SuperNova), 16


2. Timo Glock (ALE/iSport), 14


3. Nicolas Lapierre (FRA/DAMS), 8


4. Andreas Zuber (AUT/iSport), 6


5. Bruno Senna (BRA/Arden), 5


6. Lucas Di Grassi (BRA/ART) e Borja Garcia (ESP/Durango), 4


8. Adrian Zaugg (AFS/Arden), 3


9. Kazuki Nakajima (JAP/DAMS) e Mike Conway (ING/SuperNova), 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *