GP2 Series: Após treino livre, Antonio Pizzonia mantém confiança para a classificação

O brasileiro andou entre os oito mais rápidos, e acredita que poderia ter feito um tempo melhor ainda.

As emoções da Fórmula GP2, categoria principal de acesso à Fórmula 1, já começaram em grande estilo nesta quinta-feira (24/5), nas ruas do Principado de Mônaco. O venezuelano Pastor Maldonado (Trident) foi o mais veloz do dia com o tempo de 1:23.320, desbancando o líder da competição, o alemão Timo Glock (iSport) que ficou em segundo lugar com a marca de 1:23.446. O brasileiro Antonio Pizzonia (FMSI) também teve um bom começo de final de semana, fazendo o oitavo melhor tempo, com a melhor volta em 1:24.588, e mantendo a perspectiva de largar nas primeiras filas do grid. “Foi um dia muito bom, onde pude voltar a praticar nesta pista em que não corro desde 2003, e o desempenho que nosso carro mostrou pode nos colocar entre os mais rápidos da classificação”, apontou o manauara.

Mesmo não conseguindo executar as voltas finais do ensaio com a pista limpa, deixando de fazer tempos ainda melhores, Pizzonia não se incomodou com esta dificuldade e já esperava isso no circuito de Mônaco. “Quando retornei à pista para dar as quatro últimas voltas, muitos pilotos fizeram o mesmo, e acabei sem fazer o tempo que nosso carro é capaz. Mesmo assim, por ser em Monte Carlo, até que o tráfego foi tranqüilo, e ao longo da sessão fizemos tempos consistentes, o que nos deixa animados para o restante do final de semana”, analisou o piloto de 26 anos de idade.

Em relação ao acerto do carro, Antonio também acredita que está na direção certa para conseguir seus primeiros pontos da temporada no sábado (26/5). “O carro não apresentou nenhum problema, e no acerto são pequenas coisas que podemos melhorar, mas o piso também mudará muito até a classificação, ganhará mais aderência e os tempos serão bem mais baixos. Qualquer mudança hoje não faria tanta diferença, pois é amanhã que devemos avaliar as condições de pista e alterar o que for necessário”, planejou o brasileiro que já teve experiências na Fórmula 1 pelas equipes Jaguar e Williams.

A sessão de ensaios desta quinta-feira teve também os outros quatro brasileiros marcando presença: Lucas Di Grassi (ART) com o quarto melhor tempo, Bruno Senna (Arden) no 11° posto, Xandinho Negrão (Minardi-Piquet) em 13° e Sergio Jimenez (Racing Engineering) com a 23ª posição.

Os pilotos da GP2 retornam à pista nesta sexta-feira (25/5), a partir das 4h00 (horário de Brasília), para o segundo Treino Livre, e logo na seqüência às 5h00 realizarão o treino classificatório que define o grid de largada. A corrida será realizada em bateria única no sábado (26/5), com a largada programada para as 11h00.

Confira os tempos do primeiro Treino Livre em Monte Carlo:
1. Pastor Maldonado (VEN/Trident), 1min23s320
2. Timo Glock (ALE/iSport), 1min23s446
3. Giorgio Pantano (ITA/Campos), 1min23s472
4. Lucas Di Grassi (BRA/ART), 1min23s677
5. Andy Soucek (ESP/DPR), 1min23s820
6. Sebastian Buemi (SUI/ART), 1min24s288
7. Andreas Zuber (AUT/iSport), 1min24s455
8. Antonio Pizzonia (BRA/FMSI), 1min24s588
9. Vitaly Petrov (RUS/Campos), 1min24s769
10. Kohei Hirate (JAP/Trident), 1min24s986
11. Bruno Senna (BRA/Arden), 1min25s004
12. Nicolas Lapierre (FRA/DAMS), 1min25s035
13. Xandinho Negrão (BRA/Minardi-Piquet), 1min25s146
14. Luca Filippi (ITA/SuperNova), 1min25s199
15. Borja Garcia (ESP/Durango), 1min25s418
16. Karun Chandhok (IND/Durango), 1min25s420
17. Javier Villa (ESP/R.Engineering), 1min25s804
18. Christian Bakkerud (DIN/DPR), 1min25s846
19. Sakon Yamamoto (JAP/BCN), 1min26s052
20. Ho-Pin Tung (CHI/BCN), 1min26s369
21. Kazuki Nakajima (JAP/DAMS), 1min26s508
22. Adrian Zaugg (AFS/Arden), 1min26s554
23. Sergio Jimenez (BRA/R.Engineering), 1min26s627
24. Roldan Rodriguez (MEX/Minardi-Piquet), 1min27s055
25. Mike Conway (ING/SuperNova), 1min27s142
26. Jason Tahinci (TUR/FMSI), 1min27s291

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *