GP2 Series: Bruno Senna chega em 8º no GP da Bélgica

Meta, agora, é terminar a temporada entre os cinco melhores.

 


O festival de ultrapassagens no fechamento da rodada dupla do Grande Prêmio da Bélgica não foi suficiente para levar Bruno Senna (Arden International) à zona de pontos da 19ª etapa da Fórmula GP2. O brasileiro terminou a corrida deste domingo em Spa-Francorchamps na 8ª posição e manteve-se em 8º no campeonato, restando apenas o GP de Valência dentro de duas semanas. O indiano Karun Chandhok (Durango) venceu a prova de hoje e subiu ao pódio acompanhado do espanhol Andy Soucek (DPR) e de Lucas di Grassi (ART GP).


De certa forma, Bruno cumpriu a promessa de fazer uma prova descompromissada. Na véspera, ele ficou parado na largada – era o terceiro no grid – por uma pane no motor e perdeu a chance de subir na classificação. Com a corrida comprometida, atrasou-se bastante e abandonou depois de um choque contra a barreira de pneus. Largou hoje em 24º, foi agressivo nas primeiras voltas, mas aos poucos foi esbarrando nos limites do carro.


“Consegui deixar muita gente para trás no início, mas meus freios pioraram muito a partir a metade da corrida. Estamos usando freios de compostos antigos e eles estão superaquecendo muito rápido, provocando o travamento das rodas. Foi por isso que passei reto numa curva”, explicou Bruno Senna.


Apesar do final de semana em branco, o prejuízo não foi dos maiores. Bruno Senna caiu apenas uma posição, mas está a apenas dois pontos dos três pilotos que estão imediatamente à frente – Kazuki Nakajima, Javier Villa e Adam Carroll. “O foco agora será fechar o ano em quinto. Seria um resultado excelente para minha primeira temporada na Fórmula GP2”, lembrou Bruno Senna, que tem na vitória no GP da Espanha o ponto alto no campeonato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *