GP2 Series: Bruno Senna volta a pontuar

Bruno Senna quebrou neste domingo um jejum de sete corridas na Fórmula GP2. Com o 6º lugar no GP da Turquia, 15ª etapa da temporada, o piloto da Arden International voltou a entrar na zona de pontos, encerrando uma fase negativa iniciada depois do GP da França.

Agora com 25, Bruno Senna igualou-se ao venezuelano Pastor Maldonado (Trident) na 9ª colocação do campeonato. O alemão Timo Glock (iSport) ganhou pela terceira vez no ano e reassumiu a liderança.

“Fiquei mais tranqüilo”, admitiu o brasileiro. “Este resultado tirou um peso dos meus ombros. Já estava incomodado com esse tempo sem todo sem pontuar”, continuou Bruno Senna, que estreou na Fórmula GP2 neste ano e chamou a atenção ao vencer o GP da Espanha logo em sua terceira corrida. Após o excelente início de temporada, quando chegou a ocupar a vice-liderança, a Arden International mergulhou num período de resultados decepcionantes, marcado pelo mau rendimento de seus carros.

No complemento da rodada dupla do final de semana, Bruno Senna largou em 10º – posição em que completou as 34 voltas do sábado. Fez uma corrida consistente e por pouco não terminou um pouco mais à frente. “O carro estava bom, embora ainda um pouco arisco. No finalzinho, tentei passar o Vitaly Petrov, os freios traseiros bloquearam e caí para 7º. Mas consegui passar o Luca Filippi e recuperar o 6º lugar”, explicou.

Nesta semana, Bruno Senna e os técnicos da Arden International vão se debruçar sobre os dados da telemetria da Turquia na tentativa de solucionar o crônico problema de falta de velocidade do carro. A próxima rodada dupla está marcada para Monza (Itália), dias 8 e 9 de setembro. “Já corri na pista de Fórmula 3 em 2005, o que sempre ajuda. Além disso, a equipe tem um bom acerto para o circuito”, observou. De fato, o histórico da Arden e Monza é animador: venceu em 2005 com Heikki Kovalainen e pontuou nas quatro provas lá disputadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *