GP2 Series: Xandinho Negrão chega em 2º no GP da Turquia

Xandinho Negrão (Medley) colocou a bandeira brasileira no pódio do Grande Prêmio da Turquia ao terminar em segundo na 15ª etapa da Fórmula GP2, disputada neste domingo em Istambul Park.


Foi o melhor resultado na categoria do paulista de 21 anos, que estreou na temporada inaugural de 2005. O alemão Timo Glock (iSport) venceu pela terceira vez e recuperou a liderança, perdida na véspera. Bruno Senna (Arden) interrompeu uma série de maus resultados ao garantir o ponto da 6ª colocação, enquanto Lucas di Grassi (ART GP), punido com uma passagem pelos boxes, chegou em 11º e voltou para a segunda colocação no campeonato.

A promessa de “partir para cima” e voltar a freqüentar a zona de pontos foi integralmente cumprida. Neste ano, Xandinho só havia marcado o ponto extra da volta mais rápida no GP de Mônaco. Estou me sentindo aliviado com o fim deste período ruim. Espero que seja apenas o começo de uma nova fase em minha carreira. Foi muito bom sentir novamente uma sensação legal que há muito tempo não experimentava”, comemorou o campeão sul-americano de Fórmula 3 de 2004. “Ainda faltam seis corridas em 2007 e tenho certeza que posso voltar a conquistar resultados como este.”

Sétimo colocado na abertura da rodada dupla, Xandinho largou em 2º pelo sistema de grid invertido dos oito primeiros da véspera. O indiano Karun Chandhok (Durango) aproveitou a pole e tomou a ponta, enquanto o japonês Kazuki Nakajima (DAMS) tracionou melhor no lado mais limpo da pista e superou Xandinho na largada. Ainda nas primeiras voltas, Glock – que havia saído em 5º – chegou a tocar rodas com Xandinho e subiu para terceiro.


Na volta 13, Nakajima tentou uma ultrapassagem impossível sobre Chandhok e o choque foi inevitável. Chandhok abandonou e Nakajima voltou atrás de Glock e Xandinho, antes de receber o “drive thru” que acabou com suas chances. Com o melhor carro da Fórmula GP2, Glock manteve o comando da prova e conseguiu se descolar de Xandinho, que soube conter as tentativas de aproximação de Carroll nas últimas voltas.


“Meu carro não estava com ritmo tão bom quanto na corrida de sábado. Saía muito de traseira e estava mais nervoso de pilotar. Por isso, cheguei a dar uma escapada e achei mais prudente administrar a prova quando o segundo lugar parecia consolidado. Só voltei a acelerar mais forte no final, ao perceber que o Carroll começava a reduzir a diferença. Mas foi só forçar um pouco para segurar a posição”, comentou Xandinho, alegre com o primeiro pódio e seu melhor fim de semana na Fórmula GP2. Com os sete pontos que acumulou na Turquia, o piloto da Minardi Piquet Sports soma agora oito e subiu para 18º na classificação geral.


O resultado final em Istambul Park:


1 – Timo Glock (Alemanha), iSport, 23 voltas em 37min21s489
2 – Xandinho Negrão (Brasil), Minardi Piquet Sports, a 9s469
3 – Adam Carroll (Irlanda), FMS, a 10s884
4 – Borja García (Espanha), Durango, a 18s605
5 – Vitaly Petrov (Rússia), Campos GP, a 19s168
6 – Bruno Senna (Brasil), Arden International, a 20s082
7 – Luca Filippi (Itália), SuperNova, a 21s151
8 – Roldán Rodríguez (Espanha), Minardi Piquet Sports, a 24s229
9 – Ho-Pin Tung (China), BCN, a 24s709
10 – Ricardo Risatti (Argentina), BCN, a 40s964


A nova classificação: 1, Timo Glock, 66 pontos; 2, Lucas di Grassi, 64; 3, Luca Filippi, 37; 4, Giorgio Pantano e Kazuki Nakajima, 36; 6, Adam Carroll, 34; 7, Javier Villa e Andreas Zuber, 28; 9, Bruno Senna e Pastor Maldonado, 25; 11, Borja García, 21; 12, Roldán Rodríguez, 14; 13, Mike Conway, 13; 14, Vitaly Petrov, 11; 15, Adrian Zaugg e Nicolas Lapierre, 10; 17, Kohei Hirate, 9; 18, Xandinho Negrão, 8.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *