GP2 Series: Classificação e pit stops serão vitais em Mônaco

Lendário circuito de rua fecha primeiro terço da temporada; “É única, desafiadora e totalmente diferente de qualquer outra pista”, diz Luiz Razia

A GP2 encerra o primeiro terço da temporada 2011 com bastante estilo. Depois de duas rodadas agitadas em Istambul e Barcelona, a categoria chega ao charmoso Principado de Mônaco para três dias de muita ação junto da F-1, neste que é o único circuito de rua do calendário.

Assim como na divisão principal, não há segredos: na GP2, a corrida também terá como ponto alto a tomada de tempos. Largar na frente significa escapar de confusões e ter grandes chances de somar pontos importantes. É neste detalhe que o único brasileiro no grid, Luiz Razia, se apoiará para compensar os problemas enfrentados na rodada anterior.

“Gosto da pista de Mônaco. É única, desafiadora e totalmente diferente de qualquer outra pista do calendário, então é especial. Completei a corrida nos últimos dois anos, e marquei pontos na temporada passada, então é bom estar de volta”, afirma o piloto de 22 anos, que representa o Team AirAsia e ocupa o posto de terceiro piloto do Team Lotus na F-1.

“Posso dizer que 75% da corrida é fruto da classificação. Você precisa acertar e acredito que conseguimos fazer isso bem. O único local onde você pode ultrapassar é no pit stop, então vamos esperar e montar um bom carro no treino livre, fazer uma boa classificação, realizar um bom pit stop e manter o ritmo”

Assim como a F-1, as atividades no circuito de 3.340 metros começam na quinta-feira. Já as corridas serão disputadas na sexta e no sábado, deixando o palco livre para a F-1 no domingo. Confira a programação:

Programação do fim de semana:

Quinta-feira, 26 de maio
7h: Treino livre (30 min.)
11h15: Classificação (30 min.)

Sexta-feira, 27 de maio
6h15: Primeira etapa – 170 km ou 60 minutos de duração, com um pit stop obrigatório para a troca de, no mínimo, dois pneus, e pontuação para os oito primeiros (10, 8, 6, 5, 4, 3, 2, 1) com dois pontos extras para o pole e um para o autor da melhor volta*.

Sábado, 28 de maio
11h35: Segunda etapa – 120 km ou 45 minutos de duração, sem pit stops obrigatórios, com a ordem de largada determinada pelo resultado da primeira prova, com a ordem invertida dos oito primeiros; os seis primeiros recebem pontos (6,5,4,3,2,1) e o autor da melhor volta que ganha um ponto extra*.

* – O autor da melhor volta só receberá o ponto se largar do grid e terminar entre os dez primeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *