GP2 Series: Di Grassi aposta em corrida movimentada

Brasileiro crê em muitas disputas por posição nas longas retas do circuito de Monza

As características de alta velocidade do circuito de 5.793 metros de Monza, na Itália, deverão favorecer uma corrida bastante agitada neste sábado (12), quando a GP2 faz sua 17ª etapa desta temporada, com largada às 11 horas (de Brasília). A aposta é de Lucas di Grassi (Eurobike/Schioppa), que fez o quinto melhor tempo na manhã desta sexta-feira (11) no treino classificatório que teve o russo Vitaly Petrov, da Addax, na primeira posição, seguido do holandês Giedo van der Garde, da iSport.

Lucas, no entanto, largará da 15ª posição em virtude de uma punição imposta pelos comissários da GP2 logo após a segunda corrida disputada em Spa-Francorchamps na última semana, quando o brasileiro se envolveu em um acidente. “Estava disputando posição com o (Edoardo) Mortara e na minha tentativa de ultrapassá-lo na chicane acabamos nos tocando. Então os comissários resolveram me punir, o que eu achei injusto”, lembrou di Grassi na ocasião.

“O treino poderia ter sido melhor. Fui atrapalhado pelo (belga Jerôme) D’Ambrosio na minha última tentativa de volta rápida e por isso não foi possível ir além do quinto lugar”, lamentou Lucas. Com a perda de dez posições no grid, di Grassi larga da 15ª colocação, fato que não chega a preocupar o competidor da Racing Engineering.

“Vamos fazer uma mudança na estratégia, pelo fato de largar no meio do ‘bolo’, mas mesmo assim tenho que fazer uma prova agressiva, já que Monza favorece isso com suas características e longas retas. É um circuito em que é possível ultrapassar, então o negócio é ir para cima”, disse.

No domingo, às 5h30, acontece a segunda corrida do final de semana, que também será transmitida ao vivo, pelo SporTV (horário de transmissão fornecido pela emissora e passível de alteração).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *