GP2 Series: Di Grassi larga na pole neste domingo

Brasileiro tenta a segunda vitória no circuito da Turquia.

O brasileiro Lucas Di Grassi larga da pole position na prova deste domingo (7), válida pela sexta etapa do Campeonato Mundial de Fórmula GP2. Di Grassi, que enfrentou uma corrida cheia de problemas neste sábado, chegou no nono lugar naquela etapa mas ascendeu ao oitavo posto depois da punição do holandês Giedo van der Garde (equipe iSport International), que havia terminado em sétimo. Com a alteração do resultado, e como o regulamento determina que os oito primeiros da primeira corrida tenham suas posições invertidas na segunda, Lucas sairá em primeiro na prova deste domingo. O oitavo lugar também concedeu a Lucas mais um ponto. Agora o brasileiro passou a somar nove pontos na oitava colocação.

A corrida deste sábado foi vencida pelo russo Vitaly Petrov, da equipe Barwa Addax. Depois chegaram o italiano Luca Filippi (Super Nova Racing) e o italiano Davide Valsecchi (Durango). A vitória foi definida na segunda volta, quando Filippi tentou passar o pole position e líder Nico Hulkenberg (Alemanha, ART Grand Prix) pelo lado de dentro da última curva. A manobra obrigou a dupla a modificar o traçado, perdendo embalo, e permitiu a Petrov realizar um ataque certeiro para assumir a ponta, com o italiano emergindo em segundo.

Apesar de Petrov e Filippi manterem as primeiras colocações até o final, atrás deles a corrida foi bastante agitada, com trocas constantes de posição e alguns incidentes. Um deles envolveu dois brasileiros. Di Grassi (Racing Engineering) e Alberto Valério (Piquet GP) se tocaram na última curva da primeira volta, o que danificou o bico do carro de Lucas que, com o carro muito desequilibrado, perdeu posições rapidamente. O piloto da Racing Engineering foi obrigado a esperar cinco voltas pela abertura dos boxes, para só então parar para a troca da asa dianteira. Mas, naquele ponto, já ocupava apenas a 20ª posição. Depois da parada, Di Grassi retornou à pista no último lugar.

“Foi um episódio muito infeliz, que acabou com minhas pretensões de terminar no pódio”, lembra Lucas. “Ao longo da corrida, eu vim recuperando posições, e por pouco não chego na zona de pontuação (os 8 primeiros pontuam). Na última volta, eu consegui passar dois carros (Davide Rigon e Andreas Zuber), e assim consegui terminar em nono lugar”.

Na prova deste domingo, que terá largada às 5h30 (de Brasília) com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura Sportv, Lucas espera registrar mais pontos. “A corrida é mais curta do que a de sábado, e também é a mais veloz, pois não há troca de pneus e a estratégia é andar o mais rápido possível”, diz ele. “Largando da pole, acho que posso pensar em pódio, mas a vitória também é uma possibilidade, lógico. Preciso de duas coisas: largar bem e contar com um carro equilibrado, que permita manter um ritmo competitivo. Eu gosto desta pista. Venci aqui em 2007, e seria muito bom repetir o primeiro lugar amanhã”.

A vitória de Petrov o colocou no segundo lugar na tabela, com 29 pontos, apenas dois atrás de seu parceiro de equipe, o franco-suíço Romain Grosjean. O terceiro é o belga Jérôme d’Ambrosio (DAMS), com 18.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *