GP2 Series: Diretor da BMW também elogia Bruno Senna

Em alta, brasileiro da GP2 corre pelos primeiros pontos na Espanha.

 


Se depender do conceito de que vem desfrutando junto à ala da Fórmula 1 que fala Alemão, o futuro de Bruno Senna parece bem-encaminhado. Depois de Gerhard Berger, ex-piloto e atual sócio da equipe Toro Rosso, foi vez de Mario Theissen, diretor-esportivo da BMW, cobrir o brasileiro de elogios. “Ele foi feito para coisas maiores”, disse o dirigente à revista especializada AutoBild, ainda impressionado com o potencial revelado por Bruno Senna na abertura da Fórmula GP2 no mês passado no Bahrein.


De acordo com o Sport Bild, semanário esportivo com circulação de 600 mil exemplares, Berger aparentemente já estaria convencido das qualidades de Bruno Senna. “Trabalho com ele já há algum tempo e venho prestando bastante atenção no que vem fazendo. Se confirmar a fantástica performance no Bahrein, logo a Fórmula 1 também se voltará para ele”, afirmou o ex-companheiro de Ayrton Senna na McLaren. Berger nunca negou a possibilidade de oferecer um teste a Bruno Senna no final da atual temporada, condicionando-a, no entanto, aos seus resultados no fim do campeonato.


Bruno chegou nesta quarta-feira a Barcelona para terceira e quarta etapas como uma das estrelas do início do terceiro ano de existência da Fórmula GP2. Em Sakhir, circuito onde conhecera apenas por uma breve experiência na Fórmula Howden no ano passado, largou em 5º e terminou em 4º na primeira prova – foi a melhor estréia de um brasileiro na história categoria. Na segunda corrida da rodada dupla, prejudicado por um acidente na largada que lhe custou várias posições, completou em 8º.


Com cinco pontos e ocupando a quinta colocação na tabela, Bruno sonha agora com o primeiro pódio. Os ensaios realizados no autódromo da Catalunha em março reforçam o otimismo. “O carro estava muito bom, principalmente no segundo trecho, onde fui o mais rápido. Nos demais setores, perdi apenas um décimo para o mais veloz. A verdade é que foram testes bastante úteis e nos deram uma ótima base. Agora, vamos ver se conseguimos colocar tudo em prática nos treinos classificatórios e nas corridas deste fim de semana”, comentou. Bruno leva a esperança também da Arden International, de propriedade de Christian Horner, sócio da equipe Red Bull na Fórmula 1. “Cada vez que entra no carro, Bruno fica melhor”, aplaudiu Mike Cook, seu engenheiro da Arden.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *