GP2 Series: Em Mônaco, Lucas tenta os primeiros pontos de 2009

Ultrapassar é a maior dificuldade no Principado, onde Di Grassi busca recuperação na segunda rodada dupla da competição.

A rodada dupla de abertura da GP2 em Barcelona faz parte do passado para Lucas Di Grassi (Eurobike/Schioppa). Após as duas corridas em que o brasileiro sofreu com problemas no carro e não pontuou, a equipe Racing Engineering revisou o bólido e resolveu as questões mecânicas que surgiram na Espanha. E é nisso que Lucas aposta para conquistar pontos em Mônaco, local que recebe neste final de semana (22 e 23) a segunda rodada do campeonato 2009.

“Eu e a equipe fizemos algumas reuniões para discutir o que deu errado, e já estamos concentrados para as corridas de Mônaco”
, disse Lucas. Os treinos livres e a classificação acontecem nesta quinta-feira (21), e a primeira corrida terá largada às 6h15 (horário de Brasília) da sexta-feira. No sábado, a segunda prova acontece a partir das 11 horas. As duas baterias serão transmitidas ao vivo pelo canal SporTV.

Di Grassi volta a competir no Principado após um hiato de uma temporada. Em 2008, o brasileiro competiu na GP2 somente a partir da sétima corrida do ano – tendo deixado, assim, de correr nas ruas de Monte Carlo. A última vez que competiu em Mônaco foi em 2007, e seu melhor resultado foi o quinto lugar, com um dos piores carros do grid.

No entanto, o brasileiro acredita que vai se aclimatar rapidamente ao traçado. “Claro que é sempre melhor estar em dia com a pista, mas isso já será superado no primeiro treino. Mônaco é uma pista em que o piloto sente muito mais a velocidade, porque é estreita, cheia de ‘bumps’ (ondulações). Seu traçado exige mais coragem do que técnica. É um circuito de pilotagem rústica”, analisa Lucas, que se diz um admirador de traçados urbanos – seu histórico neste tipo de pista inclui uma vitória no tradicional e concorrido GP de Macau de Fórmula 3, em 2005.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *