GP2 Series: Em Silverstone, Alberto Valério vence pela primeira vez

O brasileiro Alberto Valério, da Piquet GP, venceu nesta sábado (20/06), a prova de abertura da quarta etapa da temporada, em Silverstone, na Inglaterra.Foi a primeira vitória de Valério na categoria. Lucas di Grassi, da Racing Engineering, completou a dobradinha brasileira. O alemão Nico Hülkenberg, da ART, foi o 3º.

Na largada o pole-position Romain Grosjean, da Barwa Addax, manteve a ponta, seguido por Valério, que havia feito um grande treino classificatório conquistando o segundo tempo. O brasileiro não permitiu que o francês abrisse vantagem, passando cinco voltas pressionando, até que na 8ª volta, aproveitou um cochilo de Grosjean para assumir a liderança.

Com pista livre pela frente, e com Grosjean perdendo rendimento, Valério foi abrindo vantagem com di Grassi, depois de um breve duelo com Grosjean, indo para a segunda posição.

O alemão Nico Hülkenberg, da ART, adiantou a sua parada obrigatória nos boxes, passando a pressionar di Grassi. Nas voltas finais, quando parecia que o brasileiro da Racing Engineering iria cair para o terceiro lugar, Hülkenberg perdeu rendimento, com di Grassi garantindo a segunda posição em definitivo na 33ª volta.

Sergio Perez, da Arden, que também havia antecipado a sua parada, começou a pressionar Hülkenberg, contudoos esforços do mexicano não foram o suficiente para alcançar a última vaga do pódio.

Valério venceu com 1s238 de vantagem sobre di Grassi. Hülkenberg completou o pódio. Perez foi o 4º, seguido por Grosjean e o indiano Karun Chandhok, da Ocean. O venezuelano Pastor Maldonado, da ART e o austríaco Andreas Zuber, da FMSI, fecharam a zona de pontuação. Zuber garantiu a pole-position para a segunda prova, amanhã (21/06).

Os outros brasileiros na prova, Diego Nunes, da iSport, e Luiz Razia, da FMSI, terminaram, respectivamente, na 11ª e 20º posição.

O russo Vitaly Petrov, da Barwa Addax, que chegou a Silverstone na liderança do campeonato, terminou apenas na 15ª posição, após passear na grama logo na primeira curva da prova.

Grosjena reassumiu a liderança do campeonato, com 37 pontos.

Final:

1 – Alberto Valerio – Piquet GP – 36 voltas em 55m32s255
2 – Lucas Di Grassi – Racing Engineering – 1″2

3 – Nico Hulkenberg – ART – 5″2
4 – Sergio Perez – Arden – 5″5
5 – Romain Grosjean – Barwa Addax – 14″4
6 – Karun Chandhok – Ocean – 16″3
7 – Pastor Maldonado – ART – 22″1
8 – Andreas Zuber – FMSI – 26″8
9 – Michael Herck – DPR – 36″3
10 – Davide Valsecchi – Durango – 39″7
11 – Diego Nunes – iSport – 40″5
12 – Roldan Rodriguez – Piquet GP – 41″4
13 – Dani Clos – Racing Engineering – 45″6
14 – Luca Filippi – Super Nova – 46″2
15 – Vitaly Petrov – Barwa Addax – 46″4
16 – Davide Rigon – Trident – 57″0
17 – Giacomo Ricci – DPR – 1’10″7
18 – Nelson Panciatici – Durango – 1’16″2
19 – Jerome D’Ambrosio – Dams – 1’19″1
20 – Luiz Razia – FMSI – 1 volta

Volta mais rápida: Nico Hulkenberg 1’29″914

Abandonos:
Javier Villa – 30 voltas
Giedo Van der Garde – 29 voltas
Alvaro Parente – 1 volta
Kamui Kobayashi – 0 volta
Edoardo Mortara – 0 volta

Campeonato:

1.Grosjean 37; 2.Petrov 33; 3.Di Grassi, Hulkenberg 24; 5.Maldonado 19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *