GP2 Series: Grid em Silverstone deve ser definido com chuva

A tomada classificatória que definirá nesta sexta-feira a ordem de largada da 8ª etapa da Fórmula GP2 deverá ser realizada com pista molhada. De acordo com a meteorologia, o mau tempo previsto para o fim de semana na região do Autódromo de Silverstone (Inglaterra) só deverá dar uma trégua no sábado.

“Para mim, chuva no treino é indiferente. O problema é na corrida. Se você estiver na frente ótimo; se largar atrás, tudo fica ainda mais difícil”, diz Xandinho Negrão (Medley).

Lançada em 2005, a Fórmula GP2 vive a temporada mais nivelada de sua curta história. Neste ano, foram sete vencedores de sete equipes diferentes até agora. Dos times de ponta, apenas a Minardi Piquet Sports, defendida por Xandinho e pelo espanhol Roldán Rodríguez, e a bicampeã ART Grand Prix, do brasileiro Lucas di Grassi e do alemão Michael Ammermüller, ainda não subiram ao topo do pódio. “A possibilidade de ganhar esteve próxima, principalmente na abertura do calendário no Bahrein. Larguei em segundo, mas levei uma batida na primeira curva”, lembra Xandinho, que na semana passada em Magny-Cours (França) voltou a ser envolvido em acidente quando corria na sexta posição.

Atual ídolo do automobilismo britânico, o inglês Lewis Hamilton ganhou as duas provas de 2006 pela ART Grand Prix, mesmo largando apenas em 8º na segunda como determina o sistema de grid revertido dos oito primeiros no fechamento da rodada dupla. Xandinho reconhece que não tem um bom histórico no circuito, mas minimiza a importância do passado. “Cada corrida é uma corrida diferente. Em Magny-Cours, por exemplo, usamos pneus de compostos médios; aqui, serão os mais duros. O acerto do carro muda, as condições de pista deverão ser outras, enfim, todos recomeçam do zero”, acrescenta.

Xandinho assegura que o quadro de equilíbrio revelado pela Fórmula GP2 neste campeonato não o surpreende. “Já era esperado, embora as diferenças de tempo estejam cada vez menores. O regulamento permanece o mesmo, as equipes já têm um bom conhecimento do carro e das pistas, e tudo isso contribui para que todas se aproximem. Só mesmo em 2008, com a estréia do novo carro, é que pode haver alguma mudança”, acredita.

Incluída na programação do GP da Inglaterra de Fórmula 1, a GP2 entra na pista às 8 horas (Brasília) para a sessão de treinos livres de 30 minutos. A sessão classificatória está marcada para as 12 horas, com a mesma duração. Sábado, a largada para as 36 voltas da primeira corrida será autorizada às 12 horas. Domingo, a sprint race – 24 voltas – será disputada a partir das 5 horas. O SporTv anuncia a exibição ao vivo de ambas as corridas.

O alemão Timo Glock, pole position em Barcelona e em Magny-Cours, lidera a classificação com 39 pontos, seguido pelo italiano Luca Filippi (31), Lucas di Grassi (29), Bruno Senna (24) e Giorgio Pantano (23). Autor da volta mais rápida em Montecarlo, Xandinho Negrão tem um ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *